Terça, 11 Setembro 2018 15:48

Mensagem de 12 de Agosto de 2018

Avalie este item
(5 votos)

Dia dos Pais

Queridos filhos!

Com grande alegria, em agradecimento ao Divino Pai Eterno por este domingo dedicado a todos os pais, principalmente àquele que é o nosso grande Pai, criador de todas as coisas, Àquele que nos deu a honra e a felicidade de sermos abençoados pelo dom da vida, pela fé, pela caridade, pela esperança e pela espiritualidade.

Hoje, se vocês olharem para o mundo verão qual lindo é o amor de Deus sobre a vida de todos os pais na Terra. Como é lindo esse amor de Deus Pai! Como esse amor grandioso do Pai nos coloca sobre o tesouro maior do mundo, que é a família. Esta, que é um jardim cheio da graça e da bondade Divina.

Hoje, de um modo muito especial, agradecemos ao Divino Pai Eterno e peçamos a Ele por cada filho aqui presente. Peçamos que os pais sejam fiéis a esse amor do Divino Pai Eterno. Esse amor que nos ensina a conduzir a família ao caminho da santidade, ao caminho do perdão, da oração.

O mundo está tão necessitado de conversão. A vida do homem precisa ser direcionada à conversão. O homem tem muito mais a agradecer do que a pedir. Por mais difícil que seja a vida, a caminhada, que sempre digam: “Senhor, a minha missão é pesada, mas o amor que Deus tem por mim é maior do que o peso”.

E a graça que Ele vai lhe dar para ter coragem, ter fé, é estar verdadeiramente com a sua vida entregue a Ele. Essa graça é muito maior, muito superior a todos os obstáculos, a qualquer tipo de sofrimento e de batalha vivenciada dentro da sua casa, e digo principalmente a vocês pais. Saibam disso, essencialmente neste momento em que o Brasil e o mundo precisam voltar a esse amor paterno.

Se falam muito do amor da mãe, mas é preciso também se falar do amor do pai para a vida da família, especialmente para proteger a família, proteger os filhos, educá-los na fé, para ser exemplo. O filho busca muito o exemplo do pai. Seu filho sempre se espelhará em você, pai. Ele pensa: "Meu pai é grandioso para mim!".

Então, os pais, precisam mostrar essa grandiosidade. E a maior grandiosidade está no temor a Deus, na obediência a Deus, na fidelidade a Deus, principalmente ao plano de Deus.

Temos uma missão aqui que é ser servos do Senhor. Estamos a trabalho da obra missionária. O nosso compromisso é viver e fazer a vontade de Deus, mesmo quando encontramos, no decorrer deste caminhar, o sacrifício. Muitas vezes, o homem diz: “Eu não estou preparado para tal missão!”. Mas, saibam quem nos prepara é a própria missão! Quando se começa a cumpri-la, Deus vai aperfeiçoando-a, vai lapidando o seu coração, vai lhe dando graças e derramando bênçãos.

O homem tem que se colocar de prontidão para servir a Deus, de prontidão para cumprir a vontade de Deus e para dizer sempre: “Senhor, eis aqui o seu filho!”.

Os pais hoje devem se colocar na presença de Deus, na presença unicamente do Pai, e pedir ao Pai forças.

Hoje, educar é difícil, catequizar é difícil, mas se torna mais difícil ainda se o homem não o fizer. Torna-se mais difícil se não fizer essa catequese, se não buscar dar essa educação, porque os filhos crescem e se tornam jovens. É preciso saber que o aprendizado começa desde pequeno, a formação vem desde os primeiros atos da vida. E é preciso ter amor, obediência e saber que o Divino Pai Eterno olha por nós, olha pelos pais, por aqueles que têm seus filhos especiais.

É grande o número de pais com filhos especiais. E é grandioso ver o número de pais que amam seus filhos especiais, que dedicam a sua vida a eles. Isso é uma graça de Deus!

Devemos falar de coisas lindas. Há muito tesouro sobre o mundo! Há muito amor sobre a Terra! Devemos cultivar esse amor, cultivar esse tesouro, lapidar os nossos corações, ter uma vida cheia de unção – a unção do Espírito Santo. É preciso também ter sempre prudência, ser piedosos, misericordiosos, mansos e humildes de coração.

Quando falamos do Divino Pai Eterno o nosso coração se enche de felicidade. É uma felicidade muito profunda, é uma felicidade única, verdadeira. Quando nos colocamos sob a misericórdia infinita de Deus Pai, vemos a preciosidade do mundo. Quanto vale tudo para edificar nossas famílias no caminho da santidade! Muitas vezes, vocês dizem: “Eu não vou lutar mais!” Mas, devem lutar! Não podem desanimar! Não podem desistir!

A grande caminhada do filho de Deus, hoje na terra, é feita com perseverança. Está difícil? Está! Mas ser perseverante é ser vitorioso. E aquilo que é difícil nos leva a algo grandioso. Não existe nenhuma batalha na vida difícil que lhes traga frustação, pelo contrário, lhes traz bênçãos. Às vezes, vocês se frustram por aquilo que é elogiado demais, porque não foi aquilo que gostariam que fosse. Mas, o sofrimento está sempre lhes fazendo crescer.

Então, os pais, precisam abraçar a sua missão, a sua vida, o seu matrimônio. Precisam ser exemplo como pais. Precisam ter a alegria de ser pai e se colocarem sempre na presença do Divino Pai Eterno.

Hoje, eu, Maria, consigo sentir a presença do Divino Pai Eterno sobre o mundo, sobre esta comunidade, mesmo diante das provações. Quantos filhos que ainda não se converteram por falta de sabedoria, de humildade?!

A conversão é algo muito grandioso. A conversão não é qualquer coisa. A conversão é um ato de mudança de vida. Muda-se! Transforma-se! Procura-se novos objetivos na vida! Direciona-se a uma vida digna, feliz, de santidade. Passa-se a ter o propósito verdadeiríssimo. A vida começa a ser edificada na graça. E se busca essa graça! Vive-se essa graça.

Então, tudo que fazemos, conforme a vontade de Deus é para o nosso crescimento. Nunca se esqueçam disso, filhos. Até porque vocês, agora, estão vivenciando um tempo maior, que o tempo da justiça de Deus. E também é o ano da fé, da unidade. Quantas batalhas! Sei que vão ter muitas batalhas daqui para frente: Pais, mães, filhos, jovens e crianças.

O mundo ensina que é preciso vencer sempre. Porém, o que, de fato, precisa-se é ser iluminado. Vocês são iluminados, por isso são tão perseguidos. Você é iluminado e é preciso vencer a perseguição. Essa perseguição vem de todas as maneiras. Muitas vezes, vem de uma forma em que não esperavam. Mas, Deus está sempre a sua frente. Para ver sua ação é necessário ser humilde, não questionarem. Não quererem estar à frente. Então, sejam humildes!

Olho para Jesus, hoje, e vejo como Jesus é lindo! Essa beleza vem pela humildade de meu filho. E, olho para vocês e quero ver vocês todos lindos pela humildade! A beleza de um filho está na humildade! Está em aceitar os planos de Deus e não questionar. A beleza está em saber agradecer e ser forte. Não fugir da luta. Não desanimar. Já chegamos num ponto da nossa luta muito edificante. Muitas coisas lindas já construímos.

Então, não é um momento de frustação. É momento de coragem. É momento de fé.

Jesus, sempre nos diz: "Quando se chega quase no final da caminhada é quando sentimos cansados".

Ás vezes, num final de uma caminhada, vocês sentem que não têm mais forças para chegar até o seu objetivo. Mas, é naquele momento em que Jesus os pega nos braços e os carrega.

Vocês vão sentir Jesus carregando-os nos braços. Isso vai acontecer nos momentos mais difíceis da caminhada de vocês, nos momentos de batalha. Digo essencialmente para os pais que esses momentos são aqueles em que precisam sentir carregados pelos braços de Jesus.

A cada dia, estamos percorrendo por caminhos difíceis, seja no decorrer de uma caminhada, no decorrer desta caminhada, que têm dias de sol e dias de chuva. Têm dias de luz, mas também momentos de trevas, de escuridão. Por isso, devem ser fortes, corajosos. Devem vencer essas trevas. E farão isso sempre orando! Orando e sendo humildes! É preciso ter sabedoria na oração. Esta que lhes dá coragem. Ela não os desequilibra, mas lhes dá forças.

Avante povo de Deus! A oração nos coloca prontos para qualquer batalha, seja temporal, material, espiritual. Qualquer sofrimento que passarem saibam que a oração é a sua arma de defesa, combate o demônio. A oração combate todas as ciladas do demônio.

É preciso orar e ter muito silêncio. A oração é o momento em que devem se colocar na presença de Deus e viver, o momento, intimamente com Deus. A coisa mais linda é quando nos colocamos nas mãos de Deus e sabemos que Ele vai cuidar de nós. Às vezes, as coisas não acontecem da forma que gostariam. Muitas vezes, quando o homem faz um pedido a Deus, espera o sucesso. Ele nunca espera uma provação. Nunca espera uma dificuldade.

Quando se pede a Deus um milagre, sempre se quer a cura. E, muitas vezes, esquecem-se de que a cura pode vir por meio da entrega, de ser colhido para a casa de Deus, para o encontro com o Pai.

O que precisam ter em seus corações é o seguinte objetivo: A minha caminhada aqui na terra me conduz ao céu? Saibam que tudo que fizerem aqui lhes dará a graça de abrir a porta do céu, os seus atos, as suas ações, ter consciência tranquila. Precisam ter essa suavidade interna, interior – a suavidade do coração, da alma. É preciso ter passividade, mansidão. Virão muitas tempestades, mas virão também muita brisa mansa, que é Jesus. Depois da forte tempestade, Jesus sempre vem e os acalma. Ele lhes dá a força necessárias para que se mantenham de pé.

Hoje, a mensagem para o Dia dos Pais é de força. Precisam ser fortes. Estão em plena batalha. Estão vendo o Brasil e o mundo lutando pela vida, lutando pela família, lutando pela edificação da santidade nos lares, da paz, da harmonia. Precisam ser muito fortes. A missão de vocês é uma missão de dar continuidade ao plano de Deus. Este consiste em mostrar o amor de Deus fluindo no coração da família, no coração dos filhos, dos pais.

Quantos filhos que hoje estão aqui e trazem nos seus corações aquela saudade. O pai nunca deixa de existir na sua vida. Ele pode não estar mais junto de você, já tenha encerrado a sua caminhada sobre a Terra, mas ele vai estar sempre dentro do seu coração.

Hoje, é um dia de oração pelos pais, pelas famílias, pela edificação dos lares, pela Santa Igreja. Não se esqueçam de que os sacerdotes e o Santo Padre são pais que conduzem um rebanho, que evangelizam. Eles conduzem como Jesus nos conduz, seguindo sua suavidade, sua serenidade, sua paz, dons que o mundo, verdadeiramente, precisa.

A oração pelos pais, pelos sacerdotes, pelas famílias, pelas vocações é importante. Quantos pais que precisam amar mais a sua vida, a sua missão! Quantos jovens que estão se perdendo nos caminhos largos do mundo, esquecendo-se de edificar a vida em busca de uma vocação santa, do matrimônio ou da vida vocacional.

É necessário pedir muita unção. O homem, hoje, precisa se colocar na presença de Deus Pai, do Divino Pai Eterno! Precisa pedir e conversar verdadeiramente com Deus. Lá no íntimo do seu coração, peçam a Deus essa graça, essa felicidade. Não existe felicidade maior no mundo do que fazer a vontade de Deus. Não existe, filhos! Deus nos colocou aqui. E a missão é fazer a vontade de Deus. Hoje, estamos aqui para trabalhar na messe do Senhor. Somos os operários dessa messe.

A nossa família é a grande riqueza do Senhor, e é a nossa riqueza também. Então, é preciso cuidar, zelar, orar. Nunca se esquecer da oração. Tenham momentos de oração em família. Isso é importantíssimo. É necessário ter diálogo e oração. Não guardem rancor, maldade, vingança. Temos que guardar coisas boas. Tudo que guardamos de bom flui o que é bom. Se guardam coisas ruim, é como guardassem um fruto estragado, que estraga o mundo. Estraga todos os demais frutos. Devem guardar coisas boas nos seus corações.

Eu, hoje, quando olho para Jesus, quero ver o mundo inteiro na paz e feliz. Quero ver vocês felizes, longe de toda essa inveja, ciúme, mentira, maldade e vingança.

Então, peçam: "Cura, Senhor, onde dói!". E onde dói é onde está o problema. Essa dor espiritual é muito maior que uma ferida na carne. Essa dor é muito maior, muito maior do que um espinho na carne. Por isso que Jesus disse: “Mil vezes uma chaga sobre a carne do que uma só vez a chaga sobre a alma!”. Então, a alma mantida livre, limpa, cheia de graça, cheia de Deus, cheia do Espírito Santo de Deus. Temos o plano de Deus aqui na terra para viver. Vocês pais estão vivendo esse plano de Deus. E preparem o caminho. O Senhor está conosco. O Senhor é o nosso caminho.

Levantem povo de Deus! Sejam fortes! Sejam obedientes! Sejam simples! Aceitem a batalha! Vençam a batalha com oração! Temos que vencer! Os pais precisam vencer.

Hoje, é um dia de oração pelos pais. O maior presente que os pais precisam é de muita oração, de muita oração! E que os filhos digam: “Hoje, vou orar pelo meu pai. Vou pedir a Deus para que meu pai seja um canal de graça dentro de minha família, um canal de luz, como São José. Ele que foi iluminado, iluminou o mundo com o seu amor a Jesus, que amou sua missão de conduzir Jesus.". Os pais precisam ser iluminados a exemplo de São José, que foi manso, humilde, paciente e sábio para conduzir sua vida. Ele que foi sábio para educar. Foi sábio para catequizar. A sabedoria tem que ser fermento de crescimento. O crescimento é como fazer um pão, precisa-se de vários ingredientes. Para se educar seus filhos, precisa-se de várias graças: Oração, Eucaristia, adoração a Jesus no Santíssimo Sacramento. Precisam conduzir seus filhos a catequese familiar. Devem ensinar seus filhos a serem educados com seus pais, a terem respeito às pessoas, amor ao próximo e ao trabalho. Devem, enfim, conduzir seus filhos ao aprendizado.

A educação do filho é como uma massa: O fermento é Deus. Se souberem disso verão que a sua casa é o lar que Deus abençoa como um jardim que Ele tem aqui sobre a terra. Então, cuidem da sua família! Pais, cuidem da sua família! E filhos, orem pelos seus pais. O maior presente que seu pai, hoje, precisa é de oração. O mundo inteiro precisa ser curado pelo poder da oração.

Por isso, com todo carinho, quero abençoar a todos os pais e todos os filhos aqui presentes.

Neste momento, Nossa Senhora abençoa a todos, enquanto cantam: “Dai-nos a bênção...”

Queridos filhos!

Eu os abençoei com imenso amor. Que o Divino Pai Eterno abençoe a todos os homens, a todos os pais, e que os conduza a esse amor tão grandioso, a esse amor sereno. E que saibam que esse amor também é justo. Esse amor é correto. Esse amor é lindo. Lindo! É o amor que edifica, que santifica, que renova. Porque, hoje, ao olharem para o mundo, para o Divino Pai Eterno, vemos a grande necessidade de conversão, de santidade, de fé, de esperança, de caridade, de prudência, de obediência ao Divino Pai Eterno aqui na Terra.

Louvemos ao Divino Pai Eterno. Que você, ao fechar os seus olhos, possa sentir o Divino Pai Eterno derramar todo o amor de Pai sobre você, filho. Esse amor que vai aonde precisa. Que cura todas as feridas. Que coloca você aos seus pés. Esse amor que enxuga seus prantos, suas lágrimas. Esse amor que cura onde dói. Esse amor que sem ele, você sozinho, não conseguiria seguir sua caminhada. Esse amor restaurador.

Peçam ao Divino Pai Eterno, que hoje ilumina o Brasil, o mundo, a Santa Igreja. Esse Divino Pai Eterno, que é fonte inesgotável de amor paternal, santo, edificador sobre nossas vidas.

Louvado seja a Santíssima Trindade! Para sempre seja louvado a Santíssima Trindade.

E a todos os pais, muita luz para serem conduzidos à maior felicidade, que é ser pais, exemplos de amor e de fé dentro de sua família, dentro de sua casa, dentro do jardim. Deus disse: “A família é o jardim de Deus”. E os pais são esses jardins também.

Que Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo os abençoe.

As flores, pedi a Jesus para abençoá-las, para cura e libertação de todos os doentes do corpo e da alma,

Eis aqui a Serva de Deus, a Imaculada Conceição, e eis que o Senhor me chama.

Última modificação em Terça, 11 Setembro 2018 16:19
Mais nesta categoria: « Mensagem de 26 de Agosto de 2018
DMC Firewall is a Joomla Security extension!