gototopgototop
Assine a nossa Newsletter e receba em seu email, mensagens e noticias do Vale Imaculada Conceição!

Mensagem de 28 de Janeiro de 2017

 

Queridos filhos!

É com grande alegria que – neste ano dedicado ao meu Coração Imaculado – estamos na presença lindíssima da Santíssima Trindade, mesmo diante das grandes batalhas.

A batalha espiritual é a maior de todas, mas Deus é a Luz que apaga todas as trevas e que renova a todas as criaturas. Deus renova a sua força, a sua fé, a sua confiança!

O plano de Deus é lindo, mas vivê-lo é para as para as pessoas de Deus, para as pessoas de fé, para as pessoas corajosas, para as pessoas perseverantes.

A maldade e as perseguições do inimigo são grandes na vida daqueles que servem ao Senhor. Mas é importante dizer: “Eu sou servo do Senhor, faça-me em mim segundo a Vossa vontade”. A batalha não poderia ser diferente nestes tempos finais, nestes tempos de luta pelo Triunfo do meu Imaculado Coração.

O homem precisa ouvir com mais sabedoria os ensinamentos do Céu que o próprio Jesus deixou. Mas as pessoas não vivem por comodismo, por preguiça, por não querer ser aquilo que Deus quer que o homem seja: um instrumento de paz, um instrumento de amor.

O homem permitiu que o inimigo zombasse dele: com a fragilidade humana, os pecados – principalmente contra o Espírito Santo. Vocês têm a plenitude do Espírito Santo, são criaturas batizadas pelo Espírito Santo. É claro que o inimigo persegue ao verdadeiro servo. Ele não persegue ao que está sobre o caminho largo. Ele persegue aquele que está sobre o Caminho que é Jesus Cristo.

E, este ano será de muita luta. O sofrimento espiritual se multiplicou. Por obediência os filhos devem permanecer firmes na oração. Devem ter uma vida de oração diária. Devem orar mesmo! Supliquem pela conversão de vocês e tenham ação. Está na hora de você ter consciência: quem vai servir a Deus é quem quer servir a Deus! Ninguém vai obrigar as pessoas. As pessoas têm liberdade, mas a hora chegou. É a hora do verdadeiro exército de Jesus acreditar na brisa mansa, que está aqui presente, que é Jesus. Lutar mesmo! Ter coragem de enfrentar a grande missão de luta pela paz. A missão de Maria com os filhos é bem maior do que os filhos pensam.

É fácil falar de uma Mãe que é Padroeira do Brasil, de uma Mãe que ensinou o mundo a rezar o Rosário, de uma Mãe que tem Piedade, mas é difícil seguir os passos dessa Mãe, porque essa Mãe segue os passos de seu Filho Jesus.

E, Jesus pede renúncia! Viver uma vida de santidade é renunciar ao pecado!

Este ano teremos essa grande luta, essa grande batalha. Tivemos no ano passado o ano de Misericórdia, do qual Jesus disse ser a última tábua de salvação. Agora teremos o ano da fortaleza, da coragem, da fé, do silêncio e também da ação.

Tenho pedido, tenho suplicado a Jesus pelos filhos de Deus, pelas pessoas de fé, porque quem quer a Misericórdia já teve tempo para isso. Quem não quer já não terá mais tempo. Quem deseja a Misericórdia já preparou seu coração, preparou a sua família, principalmente quem vive neste Santuário – já preparou. Mas quem não quer, não adianta, não quer!

Jesus é muito justo. Ele tem Misericórdia por você que tem vida de oração. Ele abençoa, mas se você quer o caminho largo, ele lhe deu a liberdade. O Pai não quer o filho por obrigação. Ele quer o filho por amor à missão, por fidelidade à missão. Ninguém é obrigado a servir a Deus, mas quem serve a Deus tem de ter fé, mas não é uma fé de aparência. É fácil estar com o rosário na mão, é fácil caminhar até a Eucaristia, mas é difícil viver o Rosário e a Eucaristia que é Jesus. É difícil colocar isso em prática.

Vocês estão aqui em um dia de calor imenso e por isso procuram a sombra para se abrigarem. O calor faz com que vocês procurem a sombra. E, este ano é o ano em que têm de procurar ser santos. O mundo está no pecado, nas trevas, na escuridão, perdido! Quem quer seguir a Mãe de Jesus vai seguir o caminho da santidade. Vai querer a santidade.

É bom saber que Deus está conosco. Seremos vitoriosos, mas para isso teremos de agir também. Em vários momentos de minha vida ao lado de São José, nós tivemos de agir para salvar a obra de Deus: agir, fugir, caminhar, aceitar, peregrinar! É por isso que todos me chamam de Mãe Peregrina.

Vocês também têm de ter ação e coragem! Porque o que o inimigo quer é levar as pessoas ao comodismo: tudo pode, tudo é permitido, nada é pecado.

Mas, os ensinamentos de Jesus mostram algo diferente de tudo isso, algo renovador, algo que nos ensina que quando temos a experiência com o Espírito Santo, temos a experiência de sair do mundo da escuridão, que é o mundo de pecados, e cair sob o mundo da graça, que é o mundo da unção. Quando faz essa experiência, como diz a Palavra de Deus, o maior evangelizador é aquele que foi um dia um grande pecador. Ele fez essa experiência porque quis essa experiência. Foi isso que aconteceu aos santos, que eram homens e mulheres que sofreram perseguições e tentações em suas vidas. Mas eles venceram. Souberam dizer “sim” para Deus e viver a vontade de Deus mesmo sendo criaturas humanas. Eles se tornaram santos porque Deus nos deu a honra da santidade.

Quando Deus fez o homem, primeiro Ele fez a forma. Mas, depois retirou o sopro de sua vida que é santa e nos concedeu esta vida que é santa. Vocês têm a graça de lutar pela santidade, pela santidade da Comunidade Fraterna, santidade da sua família, santidade da sua comunidade, santidade da vida dos sacerdotes, santidade das nossas crianças e dos nossos jovens. Temos a graça de lutar pela santidade!

Enquanto o mundo se apoiar no abismo de pecados, ninguém verá justiça na Terra, ninguém verá comunhão fraterna. Por isso é que as pessoas estão fechando os olhos e dizendo: “Só no Céu veremos a santidade”. Mas, na verdade, como vocês verão a santidade no Céu se não lutarem para entrar no Céu? Como vocês poderão ver santidade no Céu?

Eu pergunto a vocês: “Como alcançarão a santidade se o caminho para serem santos é a Terra, é a passagem?”.

Não adianta ter essa ilusão sonhadora. Temos que viver a realidade. Se quisermos a santidade devemos começar aqui na Terra. A peregrinação para se chegar ao Céu é aqui. Depois não tem mais tempo. Se caminhou bem vai chegar. Se não caminhou bem, não vai chegar. Então, troque as suas palavras. A santidade tem de começar aqui. Nada de achar que a santidade virá depois. O Céu é para quem é santo na Terra. Você tem de querer ser santo!

Temos aqui hoje vários aniversariantes. Vamos pegar o exemplo deles. Deus deu para vocês este tempo, esta passagem. Não importa quanto tempo você terá na passagem, se for colhido quando ainda é uma criança inocente, ou quando jovem, ou mesmo quando já for um pai, uma mãe, ou um idoso – uma pessoa que já está diante de uma caminhada mais amadurecida. A sua santidade é feita aqui!

Quem fala isso para vocês é a Mãe de Deus. Vocês têm de caminhar por uma vida santa aqui. Depois que fecha seus olhos sobre a Terra, você é espírito. E, ele está santo? Ele está diante da graça? Se a resposta for “sim” vocês poderão saborear aquilo que estão dizendo:  “Santidade é só no Céu”. É verdade! Mas a verdade precisa estar no coração da pessoa já aqui na Terra.

Ou santo, ou nada! Essas foram palavras de Jesus. Por que Jesus veio à Terra? Por que Jesus morreu por você? Por que Jesus suou sangue na cruz por você? Por que Ele derramou a última gota de sangue por você?

A missão começa aqui. Desde o primeiro momento em que se torna um instrumento de Deus escolhido, gerado no ventre de sua mãe, você já está a caminho dessa santidade. Por isso, Jesus deixou o batismo para você. O batismo é a grande unção da santidade. É a descida do Espírito Santo.

Onde está a fé de vocês, meus filhos, que não vivem a caminhada que Jesus trilhou para vocês, nem o caminho que Jesus se tornou para vocês?

Como alcançarão a vida eterna, se o caminho para se chegar ao Céu é aqui? É a passagem. É o mesmo quando vocês têm a alegria de contemplar o oceano. Deus criou o oceano para vocês na Terra. Deus criou para vocês os olhos para que pudessem fluir diante desse oceano.

Então, vocês poderão perguntar:

“Mãe, e os filhos cegos?”. Deus deu para eles a graça de ouvir. Mesmo que não vejam o oceano, eles o escutam;

“E aquele que não escuta?”. Deus deu a visão;

“E aquele a quem Deus lhe deu a felicidade de não ter nem a audição, nem os olhos?”. Deus lhe deu o coração. O coração sente. O coração vive.

Então, eu hoje quero lhes dizer, como Mãe, que a vida de vocês é o caminho da santidade. Por isso, não podem esperar mais. Jesus disse: “O mundo passará por uma forte tribulação”. Vocês já estão passando por ela. A tribulação da dor espiritual, das quedas, do sofrimento, da falta de temor a Deus, da falta de fé.

As pessoas matam por prazer. Não têm mais sabedoria, nem respeito pelo próximo. Devemos amar a Deus e amar ao próximo. Depois vêm todos os demais ensinamentos de Jesus.

Por que amar a Deus e amar ao próximo?

Porque se você desrespeita o que é do próximo, você não ama a Deus e nem ao próximo. Se não tem amor à vida, se você mata, não ama a Deus nem ao próximo. Às vezes falam das leis e dos mandamentos, mas não sabem nem o que eles significam para vocês.

É preciso estudar os mandamentos e se catequizar. É preciso abrir os olhos de vocês! Deus me confiou essa grande missão, cheia de batalhas, porque o inimigo vem furioso para atacar a Mãe de Deus e aos filhos fieis. Por isso, trago o Santo Terço em minhas mãos e confio ao mundo a oração do Santo Rosário porque o Rosário é a arma da vitória.

Muitos podem dizer: “Será que essa é, realmente, a arma da vitória?”. É a arma da vitória, sim, filhos! É a arma que vai onde você não pode ir: no coração! Principalmente no seu coração. Auxilia você a colocar seus pensamentos mais em Deus e não viver momentos de angustia nem de tristeza.

O fato de vocês estarem aqui orando é motivo de estarem em festa, porque a maior parte do mundo não ora. Não conhece a felicidade da oração. Vocês não podem estar tristes. Mesmo que a batalha seja grande. Nos momentos difíceis da minha batalha junto a São José, nós orávamos e agradecíamos a Deus. Deus quer o agradecimento. A Palavra de Deus nos diz que, nestes tempos finais, o ser humano seria imprudente, insensato, ignorante e ingrato. Estamos vendo essas tristezas no coração de todos aqueles que não são servos do Senhor.

Quando você é servo do Senhor, você tem virtudes como a do silêncio, da sabedoria – que é um grande dom do Espírito Santo –, vive a harmonia, porque está em comunhão com Deus, está em paz.

Hoje, eu lhes confio a graça da fortaleza. Sejam fortes!

O inimigo quer abater vocês! Mas a Mãe quer, junto com seu Filho Jesus, levantar vocês. Estamos também juntos com São José, porque São José foi o grande servo. Vocês têm de seguir aos verdadeiros servos.

A missão não é fácil. É luta! É batalha! É entrega! É fé! É confiança! Palavrinhas tão fáceis de dizer, mas que promovem em nossa vida uma força tão grande como: o amor, a fé, o perdão, a caridade.

O ato de perdoar, não significa aceitar erros. Perdoar é evitar erros. Não aceitá-los, mas corrigi-los. Então, Jesus mostra para nós a graça, o ano da graça. Depois do ano da Misericórdia, nós estamos no Coração da Mãe. Claro que também estamos no Coração de Jesus. Então, vocês têm de ter força. Não é se abaterem pelo que o mal está fazendo no mundo, com o Brasil, com a humanidade. Vocês estão no mundo, ninguém está fora. Vocês estão vivendo esta atualidade, este tempo da Misericórdia, estes tempos nos quais todos os valores da família, da fé e do perdão, estão deixando de fluir.

Vocês têm de vencer batalhas não se acomodem diante das batalhas. É fácil fazer trocas e à medida que faz trocas, você vive mais e mais na escuridão.

É preciso que vocês estejam firmes para edificar a santidade das crianças e dos jovens, a santidade das famílias. Se o ser humano não segurar na oração, não vencerá.

Vocês, sim, estão orando. Estão vivendo um momento lindíssimo. Um momento de agradecimento. Um momento no qual o Céu se manifesta aqui, mostrando-lhes o que vocês têm de fazer deste, um mundo melhor. Porque, senão, não alcançarão a santidade que é o Céu!

É aqui, agora, que vocês têm de fazer a transformação. Seu coração tem que viver essa transformação: educar, amar e ensinar.

Os pais não devem apoiar os erros dos filhos. Os pais devem deixar os filhos seguirem adiante se quiserem experimentar os tombos da vida. Se não desejam ir por amor, irão pela dor. A Palavra de Jesus diz que muitos nem pela dor se transformarão.

A nossa conscientização tem de acontecer hoje. Pense em sua fidelidade a Deus, em seu compromisso com Deus, na sua missão. É você que tem de salvar a sua alma. Você tem de orar por todos os pecadores. Mas a sua alma é responsabilidade sua! É você quem salva! É você quem santifica!

Jesus está aqui lhe dando o presente e dizendo: “Eu sou o Caminho!”.

Então, sigam, filhos! Não é difícil! Na verdade é lindo seguir esse caminho. Para isso é preciso ter coragem, porque a batalha é para as pessoas de fé.

Com alegria e com imenso amor, eu quero, neste momento, abençoar a todos os filhos.

Neste momento, Nossa Senhora abençoa a todos, enquanto cantam: “Dai-nos a bênção...”

Queridos filhos!

Eu abençoei carinhosamente a todos os filhos, principalmente, aos aniversariantes de hoje. Jesus disse belas palavras para os aniversariantes: a vida é um presente, e esse presente precisa ser enriquecido com a presença de Deus Espírito Santo, de Jesus e do Pai. Este é o momento de você se amar e respeitar, você, filho de Deus, a imagem linda e a semelhança de Deus.

Devemos ser santos! Deus proporcionou a todos os corações a felicidade de serem santos.

Esta mensagem de hoje dever ser ouvida e saboreada porque é linda demais. Você precisa viver sem medo, mas com coragem. Olhem para o mundo e vejam que as mãos de vocês devem se segurar nas mãos de Jesus. Levantem-se deste mundo de dor e de trevas para o qual o inimigo está empurrando vocês, filhos!

Muitos, por falta de oração e de vontade, não querem se levantar. Mas, você que ora, quer e precisa atender a Jesus, quer ficar de pé e seguir nessa linda missão com Jesus e com a Mãe de Jesus também!

Meu Coração fica com vocês. Levo comigo o coração de vocês. Desejo-lhes paz, luz e força! Que vocês, neste momento, mesmo sabendo que o mundo está tão necessitado de cura e libertação, vivenciem este momento com alegria e fé, porque estão diante de Deus, orando. Orar é conversar com Deus.

Fiquem todos em paz!

A quem me ofertou estas flores belíssimas, eu oferto o meu Imaculado Coração. Estas flores foram abençoadas para a cura e libertação de todos os doentes do corpo e da alma.

Eis aqui a Serva de Deus, o Senhor me chama!

Última modificação em Quinta, 23 Fevereiro 2017 13:15

Canal de Comunicação Oficial das Aparições de Nossa Senhora de Piedade, no Santuário da Mãe de Piedade ( Vale da Imaculada Conceição) em Piedade dos Gerais - MG .  ©  2012 - 2017 Todos os direitos reservados.

Contato:
Romarias Equipe do Site Perguntas Frequentes Endereço do Vale Pedidos de Oração Inscrever-se no Apostolado

Informações: (31) 3721-3966 (Fixo) / 9 8431-0338 (Claro) / 9 9908-3966 (Vivo) 
Mensagens de Nossa Senhora via WhatsApp : 31 9 8305-0376