gototopgototop
Assine a nossa Newsletter e receba em seu email, mensagens e noticias do Vale Imaculada Conceição!

Mensagem de 06 de Agosto de 2017

 

Queridos filhos!

Neste ano em que Jesus entrega o mundo ao meu Coração, este é o momento em que peço a paz para o mundo.

Hoje é o dia do Senhor. Neste dia do Senhor, cada filho deve procurar o seu encontro com o Pai – e na presença do Pai – glorificá-lo pedindo paz.

Todas as nações estão perecendo de um sofrimento espiritual, devido ao que está acontecendo nestes tempos finais, em que a humanidade se perde na caminhada.

O homem se esqueceu – tem se esquecido – de sua linda essência que é Jesus. Quando você se coloca na presença de Jesus e olha para Ele, começa a vivenciar as grandezas do amor de Jesus por você. Vivência principalmente a morte de Jesus. Ele morreu para trazer para o mundo a paz, para nos dar a paz. Quer que o mundo deseje a paz. Quando você se apresenta a Jesus, vai se lembrar do que Ele fez por você, porque você tem um coração que tem sensibilidade, que tem amor a Jesus Eucarístico. Vai buscar a grandeza de Jesus na Eucaristia, porque Jesus é O alimento.

Por que Ele se torna esse alimento?

A humanidade inteira vive um grande sofrimento interior. As pessoas trazem em seus rostos, em suas famílias, esse sofrimento, esse peso da dor de um mundo que tem pão, mas não tem partilha, de um mundo que tem tanto, mas que vive tão pouco a grandeza daquilo que tem, que é Deus no meio de nós.

Vamos falar da misericórdia: Jesus tenha misericórdia do mundo! Ele quer nos dar a salvação. Ele é o nosso Salvador. Ele quer que todos se salvem. É muito triste o sofrimento. Vocês questionam o sofrimento aqui da Terra, mas o pior sofrimento é quando você morre e não encontra Deus em sua vida. Passa por uma purificação forte. O sofrimento da purificação é doloroso. É um sofrimento inexplicável. Sua alma – quando vivencia a grandeza do mistério de Deus, da morte – quando o corpo retorna para a matéria, mas a alma não. A alma é vida! A alma é luz! A alma sente!

Enquanto você está sobre este mundo da matéria – por maior que seja o sofrimento – ele não se compara ao sofrimento de uma alma que está em purificação depois de encerrar a passagem sobre a Terra.

Então, vocês têm de fazer de tudo para contemplar Jesus. Dizer: “Eu tenho sede de Deus!”, “Eu tenho fome de Deus!”, “A minha alma tem sede de Deus!”, “A minha alma tem fome de Deus!”.

O mistério é grande! Hoje pode ser o seu último dia na Terra. Talvez o seu amanhã não venha. E a humanidade está pouco preparada. Por isso é que Jesus se preocupa tanto. Estamos diante do plano do Pai, em que Ele se preocupa com seus filhos, principalmente com a alma de seus filhos.

Por isso é que estamos tendo esta catequese. Jesus me disse: “Mãe, este é o ano em que lhe entrego o mundo!”. Eu sinto que tenho a missão de lutar pela graça e pela salvação das almas.  É por isso que estou aqui de corpo e alma cumprindo uma missão que Deus me entregou, como Serva Mãe: lutar para que seus filhos sejam salvos.

Hoje você deve contemplar a graça de Deus. Se o católico, o cristão praticante, soubesse como viver o seu domingo dedicado ao Senhor, ele viveria mais a vida para o Senhor. Deus lhe deu todo o tempo. Deus lhe deu todo o tempo para o trabalho, para a família. Mas, o homem não tem tido tempo para a família, porque está diante de migalhas, que são os vícios, que afastam a pessoa de sua família.

O homem não tem diálogo com os filhos. Falta diálogo nas famílias. Falta atenção. É tão bonito quando um pai, uma mãe, chega em casa e diz: “Filho, você é meu tesouro!”. O filho é um tesouro. Mas a humanidade não está desfrutando dessa felicidade. É um mundo ligeiro demais. E, o homem não tem aproveitado o tempo que tem para se dedicar às coisas lindas que Deus lhe concedeu: sua casa, sua família, seus filhos, sua missão.

O peregrino que vem a este Vale vive essa missão. Você sai da sua casa, deixa a sua comunidade, para vir a um lugar de oração. Para se colocar nos braços de Deus. Respirar a paz que a humanidade está precisando. Que o Brasil está precisando. Que outras nações precisam, pois estão em mais decadência que o Brasil.

Este momento de oração é um momento para se alimentar da Palavra de Deus. A Palavra de Deus é o maior alimento. Você chega a Jesus pela Palavra. Você alcança o alimento maior (a Eucaristia) pela Palavra. Jesus nos convida a ser evangelizadores de almas. As almas estão suplicando ao Pai a salvação eterna.

Por isso, é que você que está aqui hoje, deve fazer um minuto de oração pelas almas. Sempre orem pedindo a Deus pelas almas que estão na purificação. Elas têm sede de Deus. Você tem de valorizar bem este tempo que tem sobre a Terra. Se parassem para entender o mistério de Deus sobre a passagem, que é a Terra, fariam da vida de vocês aqui um Céu – para que vocês pudessem alcançar este Céu! Aqui sobre a passagem, colhemos o que plantamos aqui e na glória. Na glória, se você plantar a glória, mas se plantar a desobediência, os julgamentos, as intrigas, a maldade, a malícia – para onde você irá?

É por isso é que Jesus nos pediu que fossemos como as crianças, porque elas não guardam rancores. Elas não guardam ressentimentos. Elas não guardam mágoas. São almas assim que alcançam o Céu, as almas boas. Mas as almas rancorosas precisam se purificar. Se for colhida hoje, e estiver em rancor, vai precisar se libertar. Se soubessem a preciosidade da passagem, que pode tanto vir na infância, na juventude, vocês viveriam um Céu aqui na Terra. Pegariam as mensagens que a Mãe de Deus lhes traz e as viveriam com sabedoria. Vocês fariam, então, da vida de vocês, não um murmúrio, mas uma vida de agradecimentos. Agradeceriam até pelas lágrimas que caem de seus olhos no momento de sofrimento. Porque você tem sede de Deus! Porque você tem fome de Deus!

Não murmurem por causa do sofrimento que está vindo para a Terra. O sofrimento já está aqui e virá pior do que este. Se murmurarem vão sofrer muito mais. Mas se começarem a ver que, depois de uma tempestade, vem logo a brisa mansa – e que quando o sofrimento é grande, vem logo a misericórdia, porque Deus olha por nós – vocês irão suportá-lo. Vão tomar em suas mãos a oração – o Santo Terço – e orar, vão vencer com sabedoria. Não serão almas amargas, rancorosas, mas sim, almas agraciadas.

Por isso, Jesus disse: “Eu quero fazer maravilhas!”.

A misericórdia de Deus tem feito maravilhas. Vocês precisam ter essa experiência. A primeira experiência que devem buscar: a entrega total de sua vida a Deus. Não se preocupem orem!

Para vocês que estão sobre a Terra, entregar é difícil, é preciso ter muita oração. Porque todo dia vocês estão diante de um mundo de desafios. O grande desafio para o filho de Deus é se entregar porque vive em mundo material. O mundo material é o mundo da ganância, não é o mundo da entrega, da partilha. As pessoas têm medo de partilhar. Se esquecem de que amanhã, quando tiverem a graça de se encontrar com o Pai, verão que tudo é do Pai. Tudo! Tudo Deus fez para nós. Maravilhas! A natureza, as belezas, o sol – que mesmo em um dia frio – aquece o mundo. Então, o homem precisa ter a experiência da entrega.

Precisa também ter a experiência da oração. Orar é mais do que pegar o rosário. Orar é viver a oração. É você ver que – quando o inimigo tentar lhe dominar – você será mais forte do que ele, porque você ora. Se a preguiça lhe domina, você vai vencer a preguiça, porque você ora. Se a ganância lhe domina, você vai vencer a ganância, porque você ora. Se olharem para o mundo, para a Terra, verão que falta oração, porque o mundo é dominado pela ganância. O mundo é dominado pela inveja. O mundo é dominado pela mentira, pela preguiça, pelos pecados terríveis que levam as pessoas a um sofrimento maior. Se o mundo tivesse oração e vivesse a oração teria plena paz.

O mundo é bonito, filhos! Se olharem para a Terra, verão que Deus fez maravilhas! Deus fez este mundo para que ele fosse um paraíso para vocês. Mas o pecado afastou vocês desse mundo bonito. Nem em sua casa, você não vive mais o que é bonito, que é o amor. Então, a entrega, a oração, a fraternidade.

O mundo é a fraternidade. Talvez as pessoas não percebam, mas a mão do filho de Deus deve estar sempre unida à mão de seus irmãos. Deem as mãos! O mundo precisa de fraternidade. Quando a humanidade inteira, quando as nações do mundo fizerem uma só aliança, vocês podem ter certeza de que isso é a vitória de Deus, é o triunfo do meu Imaculado Coração. Porque quando Jesus anunciou a misericórdia disse: “Vocês precisam da fraternidade!”. A Santa Igreja é o grande caminho da fraternidade. Jesus nos fez fraternos. Jesus é fraterno. Mas o mundo hoje não vive a fraternidade. Se fizermos uma reflexão entre o que o Céu quer de nós e o que o demônio tem tirado de vocês – que é esse Céu – verão que muito sofrimento ainda está por vir, por não valorizarem as pegadas de Jesus. Então, a criatura precisa se voltar para esse alicerce, para essas pegadas de Jesus.

É preciso que as pessoas tenham uma vida de mais acolhida ao amor e mudar! Você tem escolhas em sua vida. Você jovem. Você criança. Até as crianças, neste mundo tão crescido na parte dos olhos, da matéria, até a criança hoje é sábia. Ela sabe o que é bom para ela.

Deus está esperando o “sim” dos filhos. Diga o seu “sim” para Deus. Diga: “Senhor, eu quero lhe seguir!”. O mundo precisa dizer esse “sim” para Deus, assim viverão, de fato, um Céu de luz sobre a Terra.

Com amor, quero neste momento, dar-lhes a minha bênção.

Neste momento, Nossa Senhora abençoa a todos, enquanto cantam: “Dai-nos a bênção...”

Queridos filhos!

O Céu nos deu hoje a graça de vermos o quanto é grande o amor de Deus pelo mundo, pelos seus filhos, e o quanto é importante que o homem cresça na presença do Espírito Santo.

Vinde Espírito Santo ilumine a face da Terra. Ilumine especialmente aqueles que estão sobre a face da Terra e que precisam ser iluminados, que são os filhos de Deus, que necessitam ter sede e fome de paz e de justiça.

Refletimos hoje sobre as coisas do Pai. Nós somos a preciosidade de Deus. Estamos neste mundo para construir um mundo digno e feliz.

A mensagem também nos alerta para que você não queira o sofrimento da purificação. Que você, como filho catequizado, possa – aqui na Terra – construir e edificar a sua felicidade eterna.

Que o Pai, o Filho e o Divino Espírito Santo abençoem a todos os filhos aniversariantes de hoje. Jesus lhes deu um lindo presente: a alma pura e agraciada! Como Ele mesmo disse: “Felizes são as almas das crianças!”.

Agradeço a quem me ofertou estas flores belíssimas. Foram abençoadas para a cura e libertação de todos os doentes do corpo e da alma.

Eis aqui a Serva do Senhor, a Mãe de Piedade, e eis que o Senhor me chama!

Última modificação em Terça, 08 Agosto 2017 17:24
Mais nesta categoria: « Mensagem de 30 de Julho de 2017

Canal de Comunicação Oficial das Aparições de Nossa Senhora de Piedade, no Santuário da Mãe de Piedade ( Vale da Imaculada Conceição) em Piedade dos Gerais - MG .  ©  2012 - 2017 Todos os direitos reservados.

Contato:
Romarias Equipe do Site Perguntas Frequentes Endereço do Vale Pedidos de Oração Inscrever-se no Apostolado

Informações: (31) 3721-3966 (Fixo) / 9 8431-0338 (Claro) / 9 9908-3966 (Vivo) 
Mensagens de Nossa Senhora via WhatsApp : 31 9 8305-0376