gototopgototop
Assine a nossa Newsletter e receba em seu email, mensagens e noticias do Vale Imaculada Conceição!

Mensagem de 17 de Setembro de 2017

 

Queridos filhos!

Hoje é um domingo cheio da graça de Deus, para mim e para vocês também. É o momento de agradecermos ao grandiosíssimo Criador, Salvador e Santificador – ao Pai, ao Filho e ao Divino Espírito Santo. Este mês é especial para este pequeno Santuário, é um mês especial para a Mãe de Jesus e Mãe de vocês. E é um mês especial também, essencialmente, para cada um de vocês.

Esta comunidade fraterna é um plano lindíssimo do Céu para os tempos de hoje. Aqui, a batalha é grande, a batalha é forte. Isso porque os homens nunca estiveram tão afastados da luz como nos dias de hoje. O ser humano está mais apegado à matéria, cercado de orgulho, ego, soberba, ganância. Mas, Jesus disse claramente quando trouxe a Misericórdia para a terra – a manifestação do seu amor misericordioso: “- Nos finais dos tempos, a fraternidade seria a grande vitória da humanidade”. Então, o homem precisa buscar valores, como o amor, a partilha, a entrega, a oração e, principalmente, a humildade.

E hoje, filhos, aqui neste pequeno santuário, consagrado a Misericórdia, dedicado ao Coração Imaculado de Maria, a Mãe de Piedade, vejo que este é um ano muito especial para o Brasil. E é um ano muito especial para o Brasil porque é um ano Mariano! O Brasil tem uma força, tão grande, da presença da Mãe de Deus sobre está terra gigante. Presença Mariana!

Quando Jesus disse: “- Mãe é o seu ano, é o ano dedicado ao seu Coração". Fiquei muito feliz, mesmo diante das lutas e das batalhas! Temos uma grande luta! Temos uma grande batalha!

O mundo nunca precisou tanto vencer, e vencer o demônio. Vencer as armadilhas do demônio, os caprichos das armadilhas do demônio.

Como a humanidade está cega! E esta cegueira está destruindo os jovens, as crianças e as famílias.

Vocês que vêm aqui durante todos esses anos, desde que conheceram este pequeno santuário, que se tornaram peregrinos com a Mãe de Piedade, vocês têm experimentado uma catequese que lhes mostra o mundo, as lágrimas do mundo, o sangue derramado dos inocentes, a grande necessidade da humanidade de ter mais temor a Deus. Mostra-lhes que o homem não vive mais as leis de Deus, não vive mais os sacramentos. O homem se perdeu diante da libertinagem mundana, esqueceu-se de pegar seu Santo Rosário e orar. Esqueceu-se de que é preciso mudar os seus atos e corresponder ao apelo de Céu!

Jesus foi claríssimo: “- Se a humanidade não se converter, vai sofrer muito, muito, muito!”. E, hoje, já estamos vendo os reflexos dessa falta de conversão. A humanidade, na atualidade, está vivendo momentos de sofrimentos, principalmente, o temporal. E também o sofrimento material. As enfermidades estão se alastrando, essencialmente a dor decorrente de batalhas próprias dos “finais dos tempos”, que são os sofrimentos interiores. Estes são sofrimentos que o ser humano tem dentro de si e, muitas vezes, não consegue sobreviver às batalhas do dia a dia.

Então, Jesus está aqui para nos dizer: “- A fraternidade é nossa aliança de vitória. Ela que nos une ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo”. A grande mensagem de Jesus Misericordioso se volta à vida em fraternidade, à comunidade, à comunhão, à caridade. É preciso se revestir do Espírito Santo, das vestes do batismo e ter a coragem, verdadeiríssima, para lutar.

Deus me deu uma missão aqui neste pequeno lugar - lugar simples, lugar de bênçãos, da bênção silenciosa. Aqui tem uma bênção que vem do Céu, do silêncio do Céu. O Céu é perfeito! Enquanto os homens fazem barulho, Deus traz o silêncio. Então, o silêncio habita neste pequeno Vale. E a minha missão aqui, que Deus está nos concedendo, é fazer com que conheçam a Misericórdia de Deus e vivam nas entranhas do seu Coração Misericordioso. É prepará-los!

Falo “preparar”, porque todos vocês, filhos, precisam se preparar! Preparar o seu coração, purificar o seu coração, querer realmente a vida de santidade. E Deus está aí nos ensinando que o tempo está cada vez mais próximo. Está chegando o momento dos acontecimentos.

A Palavra de Deus é linda demais! A Palavra de Deus nos leva a refletir sobre esses acontecimentos. Se hoje lessem mais a Bíblia, veriam que estão diante de acontecimentos profundos. Muitas vezes, não leem a Bíblia e, por isso, não têm conhecimento daquilo que está acontecendo hoje, do sofrimento, das batalhas, das dificuldades das nações em tribulação. No Brasil, que hoje vive uma injustiça tão grande, uma dor, uma ganância tão profunda, Jesus está nos alertando, porque a Palavra de Deus é para hoje e é para sempre. A Palavra de Deus é a verdade!

E Jesus nos alerta! Ele nos ensina que vocês precisam orar o santo terço em família, aprofundarem-se diante do santo terço e orarem o santo rosário. Este será a nossa grande defesa nesses “Tempos Finais”. É a oração!

Disse Jesus: “- O homem não acredita, mas é a oração que vai mudar o mundo!”. Então, o mundo precisa orar mais. E preciso ter o desejo de um mundo de paz. Vocês estão aqui perto da Mãe de Piedade e precisam querer um mundo de paz, filhos!

A minha missão aqui está chegando ao momento em que vão caminhar um pouquinho mais sozinhos. Deverão ter mais discernimento! Quando o Céu nos dar muito, é porque precisamos do aprendizado. Quando o Céu começa a nos dar a graça de caminhar sozinho, é porque já temos o aprendizado.

Jesus disse: “- Teremos o tempo de Misericórdia, no qual quem buscar a fonte vencerá. E quem não buscar a fonte terá sede!". Sede, porque não buscou essa fonte! Na verdade, o homem só dará valor ao que o Céu está mandando depois que as bênçãos terminarem. Não que as bênçãos irão terminar neste lugar! Jamais! Aqui é um lugar de bênçãos! Agora, estou aqui presente de corpo e alma. Depois, muitos virão aqui, mas virão no momento em que não mais eu estarei presente de corpo e alma. Então, muitos terão sede! Sede de ter ouvido a Mãe, de ter crescido e caminhado em vida de oração, de apostolados belíssimos, seguindo os apelos do Céu.

Jesus disse: “- Muitos serão chamados e poucos os bem-aventurados!” Aqueles que são determinados devem dizer: “- Eu quero ser de Deus”. Por isso que a grande mensagem do Céu não é quantidade, mas é qualidade, é essência. O mundo precisa dessa essência. Não adianta uma multidão aqui que não conhece Deus. É preciso que conheçam profundamente Deus. Ele está em nós! Ele reina em nossos corações. É Ele que nos proporciona este dia, está tarde, este momento. É Ele que nos dá a nossa família, o trabalho, as bênçãos, e até as batalhas.

Nunca digam: “Estou diante de uma cruz!”. Mas, sempre digam: Estou diante de uma vitória! A batalha os leva a aproximarem ainda mais do Coração de Jesus. E o Coração de Jesus, hoje, transborda de amor – de amor infinito pela humanidade. Então, é o momento de refletirmos. E estou aqui com vocês fazendo essa reflexão. Esse domingo significa muito para vocês. É um domingo em que estão ainda a espera, em preparação para agradecerem a Deus pelos 30 anos da minha presença aqui de corpo e alma. É um momento muito especial!

Jesus disse: “- Orai e Vigiai!” E hoje, novamente, Ele os convida a orar e vigiar! Estamos em vigília! Temos uma missão! Devemos ter o agradecimento. E este agradecimento deve ser tão forte!

Sei que grande parte de vocês vem aqui para agradecer a Mãe de Piedade. E a Mãe de Piedade com todos os filhos vai agradecer a Santíssima Trindade. Isso, porque é uma missão que Deus nos deu “entregar a Mãe aos filhos” nesses tempos de luta pelo Triunfo do meu Imaculado Coração. Então, o nosso agradecimento é a Santíssima Trindade! Primeiramente, porque o Céu toca a terra. Quantas graças! Quantos milagres belíssimos já alcançaram aqui neste pequeno Vale de oração! Quantas graças! Quantas bênçãos! Quantas curas! E a maior delas é a cura do seu coração. É terem sede de Deus. É serem homens de fé. É terem uma vida diante de Jesus, no Santíssimo Sacramento. É serem presentes! É saberem o valor da Eucaristia, o valor da oração, o valor do perdão, o valor da humildade. Vocês recebem aqui uma catequese aberta, claríssima. Aqui, o céu se abre e Deus envia o próprio Céu até vocês.

Então, são muitas graças! Por isso, a Mãe tem que agradecer ao Pai. Agradecer pela presença do amor do Pai, de Jesus lindíssimo! Sempre vejo Jesus com o seu Coração irradiando Raios de Misericórdia neste lugar! E vejo através das almas e dos corações sedentos da misericórdia. Sinto, quando recebem aqui o Coração Misericordioso de Jesus, que Ele os coloca nas Entranhas dos raios do sangue e da água. Isso lhes traz libertação e, principalmente, vitória.

Jesus Misericordioso é a nossa vitória. E, o Espírito Santo, neste ano Mariano, como já tem nos mostrado, sem Ele não somos de Deus. O Espírito Santo é Deus em nós! Precisamos do Espírito Santo, de sermos mais ungidos, principalmente, vocês pais, mães, jovens, sacerdotes, e a igreja. Não precisam ter medo de serem ungidos. Vocês devem querer ser ungidos e buscar essa unção, a unção para falar, para proclamar, para orientar. Isso, porque o mundo está desorientado. As pessoas não sabem mais o que fazem! Não estão sabendo direcionar suas palavras para conduzir seus filhos, para afastar seus filhos dos caminhos enganosos, dos caminhos mundanos. Então, o mundo precisa do Espírito Santo.

Peçam: “- Vinde Espírito Santo!” Esse ano, pedi ao Espírito Santo que descesse sobre cada coração e alma. Então, peçam: “- Vinde Espírito Santo!” Sem luz, estarão nas trevas, e, na luz, conseguirão vencê-las!

Precisam ser criaturas vitoriosas. Devem abrir seus corações, saber que o Céu está vindo até a Terra e que isso não acontece por brincadeira, mas por um motivo seríssimo. É O ÚLTIMO ALERTA! Depois que tudo acontecer, já não mais se terá tempo!

Enquanto estão sendo catequizados aqui, estão tendo um tempo, em que Deus está lhes concedendo. É o tempo de conversão! Um tempo de saborearem a oração, de terem uma vida de adoração, de terem uma existência digna! A felicidade não é o mundo! A felicidade é Deus sobre o mundo! Imaginem se hoje olhassem esta natureza, que pede chuva, e não enxergassem Deus. Mas, ainda vocês veem Deus, veem os pássaros, veem o verde. Vocês veem a certeza e a esperança de que Deus vai molhar esta terra.

Deus é Pai! Devem ver Deus na vida de vocês. A sua vida é um presente de Deus. Não é o futuro, não é o que passou, é o presente. Então, precisam viver esse presente. E devem viver esse presente buscando se encharcar do Espírito Santo de Deus. Devem dizer: “- Quero, desejo, preciso ser luz! Preciso ser e ter o Espírito Santo em minha vida.” E, assim, terem esse crescimento, esse desejo. Ouvir o Céu, filhos, é um mistério muito grande!

Hoje, compreendo, como Mensageira de Deus, que o mundo precisaria estar aqui. Mas, por que o mundo não está aqui? Porque as pessoas não têm fé. Os homens não conseguem acreditar que o céu pode se abrir e Maria vir de corpo e alma abençoar, conduzir bênçãos, catequizar, tomá-los pelas mãos e lhes dizer: “- Filhos, esse é o Caminho, que é Jesus.” E precisam acreditar nesse Caminho! Devem acreditar no milagre que é esse Caminho. Aqueles que estão precisando de um milagre saibam que o milagre pode vir de várias formas.

Às vezes, o homem pensa que a morte é uma derrota. Mas, a morte é um milagre! Jesus nos deu a vida pelo milagre, morrendo na cruz. Então, devem ter esse crescimento. É preciso conhecer Deus. E também conhecer a si mesmos. Às vezes, vocês vivem todos os anos de suas vidas, envelhecem e não conhecem a si mesmos. Não sabem dizer: “- Senhor, obrigado pela minha vida. Obrigado por estar aqui neste Santuário, por ter a bênção de Deus aqui neste lugar.” E, se quiserem viver a paz, devem fugir do barulho do mundo, dos rumores do mundo. Aqui, tem a paz, a paz, filhos! Maria, a Mãe de Deus, traz-lhes a paz! Trago-lhes essa paz belíssima que Deus é por nós. Então, precisam ter essa coragem.

Este domingo é o domingo maior, porque é o domingo da vigília. É o domingo de preparação. É o domingo de exame de consciência. É o domingo de olharem para dentro dos seus corações e refletirem: “- Por que o Brasil está recebendo essa graça? Por que este ano é tão importante para o Brasil?".

E mesmo se fecharem os olhos e virem o Brasil doente, devem saber que povo brasileiro não está doente porque há o padecimento da carne, mas, da alma. De doenças que estão tirando dos homens a liberdade, a felicidade, a paz, a igualdade. Porém, devem ver também esperança. O Brasil é um país gigante abençoado por Deus. E precisam ter essa certeza! A certeza de uma nova terra, de um novo povo, de um coração renovado pelo Espírito Santo.

A minha missão é muito nobre. Estar aqui é uma missão. Estar aqui olhando para vocês é uma missão. Estar aqui de corpo e alma é uma missão. Sei, filhos amados, que Deus me conduziu a essa missão porque o mundo precisa ser salvo e salvo dessa tristeza, das depressões, do sofrimento interno, dessa decadência familiar, dessa morte, que não é do corpo, mas da alma. Quantos têm saúde no corpo, mas a alma não tem vida, estão mortos. É um corpo sem vida!

A vida é a fé, a coragem! Coragem para, ao amanhecer o dia, lutar, trabalhar, ter esperança. As crianças e os jovens de hoje, todos estão parados. Estão como se não tivessem esperança. Por isso há tantos jovens caindo no desespero e tirando as suas próprias vidas. O mundo precisa de luz! A razão porque estou aqui é “em preparação para uma festa imensa no Céu”, é “por Deus”. É Deus que nos conduz. É Ele! Todos somos conduzidos pelo Céu!

Neste momento, abram os seus corações. Vocês, que vieram para fazer essa homenagem ao Céu, entreguem seus corações ao Céu e digam a Deus Pai, Deus Filho e  Deus Espírito Santo: “- Faça-se em mim a sua obra, Senhor”. O mundo precisa do Triunfo do Coração da Mãe de Piedade.

Neste momento, quero com alegria dar-lhes a minha bênção.

Neste momento, Nossa Senhora abençoa todos, enquanto cantam: “Dai-nos a bênção...”

Queridos filhos!

Eu abençoei vocês com imenso amor. Este domingo é um domingo de espera, de confiança, de oração, de meditação e de entrega. Nos seus corações, passaram por vários momentos de reflexão da caminhada. Puderam pensar no momento em que tiveram a graça de estarem pela primeira vez aqui, e mesmo aqueles que hoje tiveram a sua primeira vez. Aqui é um chamado de Deus. Deus os escolheu. Vocês que já estão nessa caminhada há tantos anos saibam que são “os escolhidos de Deus”. Vocês que podem sentir esse Céu tocá-los, essa brisa conduzi-los, essa suavidade da paz deste lugar, saibam que aqui é um lugar escolhido pelo Céu. Deus escolheu este lugar! E, neste lugar, Deus escolheu está família (Xavier de Santana) e cada filho que veio de tão longe para fazer parte desta Comunidade. Deus escolheu cada cidade deste nosso lindo Brasil e do mundo, para poder estar aqui presente, para pisar nesta terra, sentir o Céu, tocar cada coração.

Agradeçam a Santíssima Trindade por essa honra. O Brasil tem a honra, a honra de um ano Mariano, de um ano jubilar. Tem a honra do júbilo, da glória, da vitória, da esperança, da graça.

Por isso, Jesus disse: “- Não olhem o sofrimento, mas a graça!”. Então, a partir desse momento, olhem a graça, esta que está sobre o Brasil e sobre o mundo. Isso, porque Deus é Pai, Deus é amor, Deus é misericórdia, Deus é luz! E podemos sentir essa presença do amor do Pai, da misericórdia do Filho, da luz do Espírito Santo.

Essas flores, que foram abençoadas por Jesus, vão curá-los onde dói em vocês, seja no corpo, seja na alma, seja no coração, e também servirão para abençoar seu trabalho, a sua casa, a sua família, a sua missão; e a você, como sacerdote, filho amado do Pai e da Mãe de Piedade. Saiba que sua missão é nobre, seu “sim” é a Deus. Você é um instrumento nas mãos de Deus. Quantas coisas lindas Deus operam na vida de um homem que diz “sim” para Deus.

Neste momento, convido todos a fazerem um minuto de agradecimento a Santíssima Trindade pela espera, pela certeza do amor de Deus presente neste pequeno Vale, neste pequeno Santuário, que é conduzido por Jesus. Ele que é a brisa suave e mansa.

Vamos silenciar e levar o nosso agradecimento a Santíssima Trindade.

Diante de um só coração, diante de uma só alma, o povo de Deus, filhos amados do Pai, filhos escolhidos do Pai, que estão sobre as Entranhas do Coração do Filho, iluminados pelo Espírito Santo, vamos dizer: "- Obrigado, Senhor!"

Quero agradecer a todos os filhos aqui presentes. Quero lhes pedir que continuem em oração, preparando os seus corações para este ano tão especial para mim e para vocês, para que, juntos, saibam dizer sempre obrigado ao Senhor!

As flores já estão abençoadas!

Abençoei todos os aniversariantes. A vocês, muita paz! A quem hoje está completando seus anos de vida, desejo que seja muito feliz, porque Deus ama você, filho!

Eis aqui a Serva do Senhor, a Mãe de Piedade, a Imaculada Conceição, e eis que o Senhor me chama!

Última modificação em Sexta, 03 Novembro 2017 17:04

Canal de Comunicação Oficial das Aparições de Nossa Senhora de Piedade, no Santuário da Mãe de Piedade ( Vale da Imaculada Conceição) em Piedade dos Gerais - MG .  ©  2012 - 2017 Todos os direitos reservados.

Contato:
Romarias Equipe do Site Perguntas Frequentes Endereço do Vale Pedidos de Oração Inscrever-se no Apostolado

Informações: (31) 3721-3966 (Fixo) / 9 8431-0338 (Claro) / 9 9908-3966 (Vivo) 
Mensagens de Nossa Senhora via WhatsApp : 31 9 8305-0376