Digitadas de 2001 (17)

Mensagens do Ano 2001

"Ano dedicado à Sagrada Familia de Nazaré"

Segmentos e Temas:

Setembro (1)

Mensagens de Setembro de 2001

"Ano dedicado à Sagrada Familia de Nazaré"

 

Ver itens ...

Outubro (2)

Mensagens de Outubro 2001

"Ano dedicado à Sagrada Familia de Nazaré"

Ver itens ...

Novembro (5)

Mensagens de Novembro 2001

"Ano dedicado à Sagrada Familia de Nazaré"

Ver itens ...

Dezembro (9)

Mensagens de Dezembro 2001

"Ano dedicado à Sagrada Familia de Nazaré"

Ver itens ...

Mensagem de 31 de dezembro de 2001, às 23:40 horas

 

Queridos e amados filhos!

Com grande alegria e amor em meu coração, eu vos acolho carinhosamente neste lindo momento de fé.

O meu coração sente-se consolado com o amor de vocês, primeiramente, porque hoje eu darei uma benção muito especial, em proteção para as famílias. E também porque sinto uma alegria imensa em lhes acolher – os jovens, as crianças, os pais, as mães, os missionários e as missionárias.

Tenho uma alegria também muito grande em acolher os filhos que vieram fazendo esta caminhada, com tanto amor. Isso me alegra, porque nos dias de hoje é tão difícil encontrar homens de fé, homens dispostos a caminhar por um objetivo único: pela paz no mundo, pela união das famílias, pela santificação do clero.

Eu acolho com grande alegria os filhos que vieram fazendo esta caminhada e lhes digo: Obrigado meus filhos! Porque vocês venceram o frio, venceram a tempestade, mas a fé lhes trouxe até o Vale da Paz. E Eu lhes digo, é uma alegria poder recebê-los e iniciar este ano na presença do Pai, do Filho, e do Espírito Santo.

É junto à Santíssima Trindade que eu acolho filhos e filhas que também vieram de tão longe, para poder viver este dia tão especial junto à Sagrada Família de Nazaré.

Hoje, mesmo não estando visíveis aos olhos de vocês, São José e Jesus estão comigo, e com certeza conduzindo a este ano, que está aí nascendo, ao encontro de cada um de vocês com muita paz.

Eu posso pedir-lhes que dediquem este ano, a orar pela paz.

A tribulação, filhos, que já está na Terra, de uma forma muito grande fará presença viva no meio da humanidade. A humanidade vai sentir de perto a tribulação, o sofrimento, a dificuldade, porque vai sentir bem dentro de sua alma, do coração, que só a paz de Deus, só a luz de Deus, só o amor de Deus poderá nos ajudar a vencer!

Daqui pra frente as coisas se tornarão ainda mais difíceis, porque a humanidade já está a caminho da grande vitória, o Triunfo do meu Imaculado Coração.

Este ano que está iniciando será um ano também de muitas bênçãos, porque o sofrimento vai conduzir o homem mais a Deus. Então vai ser um ano em que os filhos de Deus irão procurar de uma forma muito especial a Eucaristia, o amor, o perdão. Porque este ano, filhos, é o ano da tribulação. É uma palavra muito forte, mas, é um conflito o qual o mundo já esta vivendo e iniciou neste ano que já está passando que é o ano da purificação.

Um exemplo que hoje eu posso lhes dar com toda clareza é principalmente quanto aos jovens. Os jovens hoje estão cada dia mais com seus corações atribulados, e perturbados pelo pecado. Porque hoje o mundo não sabe mais oferecer aos jovens a graça de Deus.

Hoje é tanta miséria. Eu gostaria que os jovens que estão aqui presentes procurassem meditar o que é a miséria. A palavra diz tudo: miséria. Miséria não é só passar fome. Miséria não é só a pobreza do pão, miséria é o pecado. É aquilo que lhe faz imundo, é aquilo que lhe cega, e lhe condena.

Então os jovens estão diante de uma terrível miséria, porque hoje o jovem não vive mais a conscientização da família.

Filhos, eu sinto no meu coração uma dor muito grande em dizer isso para vocês, mas quem não tiver uma devoção verdadeira à Sagrada Família de Nazaré não terá força para constituir uma família aqui na Terra. Porque os homens estão constituindo famílias sem amor. Sem amor o homem não constrói nada! Porque sem amor o homem não pode nada!

Agora eu pergunto para você, jovem: O que é o amor? O amor é o respeito, o amor é a doação, o amor é a entrega, o amor é a confiança, o amor é dar consciente de que se recebe, porque quem ama também é amado.

Hoje, infelizmente, principalmente as jovens famílias estão seguindo a este mundo que está cada dia mais querendo ser moderno, e às fantasias do pecado. E quem está sofrendo: a criança, o inocente! Porque quantas mães não estão tendo responsabilidade de ter os seus filhos.

Então eu faço uma alerta para os jovens: este ano que está iniciando é o ano da tribulação, mas também é o ano da autenticidade. É o ano em que Jesus vai conceder a todos os fiéis seguidores do Evangelho a autenticidade, isso significa: deixe Jesus agir no seu coração!

Não procure uma vocação sem amor! Ame! Jesus vai te conceder neste ano da tribulação o ano da autenticidade, porque o sofrimento vai ser tão grande que vocês vão precisar ser autênticos para suportar e superar.

Escute mais o seu coração, principalmente vocês, jovens famílias. Se você está aqui hoje e está passando uma provação no seu matrimônio, consagre a Jesus a sua família, à Sagrada Família de Nazaré.

Porque o que falta hoje na humanidade é o amor! Ninguém quer assumir a sua cruz. Ninguém quer ter autenticidade, ninguém quer compreender: a responsabilidade pesa. Mas sem a responsabilidade não existe nada, filhos. Nós precisamos desta responsabilidade para descobrir o valor que temos, a preciosidade que Deus fez em nós.

Porque não adianta sonhar com o novo homem, é preciso pedir um coração santo, uma alma santa, um coração iluminado, uma família santa, porque senão o sofrimento multiplicará a cada segundo, a cada instante. Porque Jesus disse que por fim, quando a humanidade vivesse os finais dos tempos, em cada momento a humanidade iria colher aquilo que plantasse.

E eu digo para vocês que daqui para frente vocês vão colher muita tristeza, porque o egoísmo e a falta de amor tem matado o coração do homem.

Como Jesus sofre! Eu queria dizer isso para vocês, filhos. Jesus sofre por ver tanto orgulho no coração das pessoas, por ver tanta falta de amor na vida das pessoas. Jesus sofre, porque quantos que deviam estar dobrando os joelhos diante dele neste momento, para que tenham um ano santo, estão caídos nos caminhos do pecado, da miséria que este mundo oferece.

Eu digo para vocês filhos, não precisa esperar neste momento a mansidão porque vai vir a tempestade. Enquanto o mundo não viver o Triunfo do Coração o mundo não verá a mansidão sobre a Terra. O homem viverá daqui para frente um grande atrito de dor, vocês nem sequer podem imaginar, porque se imaginassem, se soubessem, talvez não o suportariam.

Mas é preciso acreditar e confiar em Deus. Este ano vai ser um ano muito abençoado!

No momento em que - unido ao Céu - o Céu me enviava para estar presente de corpo e alma no meio de vocês, Jesus disse-me: "As bênçãos serão constantes sobre a Terra daqui pra frente". Porque Deus não nos abandona, filhos! O amor de Deus vai estar muito presente na vida de vocês daqui pra frente. Eu só peço para vocês iniciarem o ano orando. Eu gostaria que hoje vocês orassem, orassem muito.

Jesus, no Natal, Ele disse para vocês: “A maior riqueza que o homem tem é a caridade, porque a caridade leva o homem à humildade, e a humildade leva o homem ao Céu.”

Eu digo para vocês filhos, sejam humildes. Sejam simples, porque são vocês, aqueles que estão a caminho do Céu, que verão as grandes dificuldades e passarão pelas terríveis tribulações.

Sejam corajosos, sejam prudentes, confiem mais em Deus. Acreditem mais no poder de Deus.

Neste ano, vocês podem ter certeza de que a graça de Deus se fará muito presente em suas almas, porque vocês hão de precisar. Eu tenho certeza que este ano vai ser um ano em que vocês irão orar de uma forma muito especial pela paz.

Eu quero que vocês dediquem este ano pela paz. Nós vencemos as tempestades é com a paz, com Deus. E como vai ser um ano difícil, eu gostaria que vocês divulgassem e orassem pela paz.

Eu quero fazer um pedido muito especial para vocês que estão aqui: se possível, filho, amanheça o seu dia pedindo a paz e anoiteça o seu dia agradecendo pela paz. Sejam muito perseverantes na fé, dedicados e responsáveis, porque daqui pra frente vocês hão de compreender tudo o que o Céu está lhes dizendo. Vocês irão compreender todos os sinais de amor que o Céu enviou para a Terra: a minha presença, as mensagens divinas, o tempo da graça e da misericórdia.

Eu pediria para vocês também que orassem muito pelo Santo Padre, o Papa, que neste ano pedissem muita força e luz para ele, porque através da luz de Deus, o servo de Deus fiel pode vencer tudo, até mesmo as piores tempestades que virão.

Eu quero também lembrar a todos vocês que a tribulação será terrível, porque ela atingirá é o íntimo do coração de vocês! Então vocês podem se preparar, porque o mundo passará por terríveis doenças, inexplicáveis pela sabedoria humana: depressões, angústias, tristezas. Serão causadas pela grande falta de fé e de confiança em Deus, porque o homem vai se apoiar muito no material, e o material não vai satisfazer o homem. Então vai vir uma grande tristeza para o mundo!

Por isso é que eu digo para vocês que essa tribulação, filhos, vai vir atingindo o íntimo da alma de vocês. Vocês precisam ser muito fortes, porque Jesus olhou um dia para os apóstolos e disse assim: “Vocês Me negarão.” E essa foi a pior da tribulação que os apóstolos viveram. Um sofrimento enorme!

Então eu digo para vocês, sejam fortes para que vocês não neguem a Deus, sejam autênticos porque acontecerão coisas designadas pelo Céu, mas que muitas vezes, pela sua capacidade humana, você muitas vezes não saberá aceitar verdadeiramente. Lembre-se dessas palavras da mãe do Céu: “COISAS DESIGNADAS PELO CÉU, MAS QUE VOCÊS MUITAS VEZES NÃO SABERÃO ACEITAR COM VERDADEIRA SABEDORIA.”

Eu pediria a vocês para não terem medo. Vocês já estão a caminho do Triunfo do meu Imaculado Coração, estão a caminho de uma nova terra, para que muitas e muitas almas possam ir para o Pai, porque a preocupação do Céu é com as inúmeras almas que estão se perdendo, e eu gostaria que vocês hoje pedissem um ano de muita dedicação à Santíssima Trindade, porque a paz é Deus. Deus é Pai, Deus é Filho e Deus é o Divino Espírito Santo! Então, quando você estiver na casa do Senhor, lembre-se que ali está a Santíssima Trindade, junto de você.

Peço-lhes que orem muito pelos sacerdotes, pela Igreja, pela Igreja que é mãe e que precisa tanto pela parte humana ser libertada de todas as fraquezas dos olhos e da malícia do pecado.

Você que faz parte hoje da caminhada, com seu grupo de oração, da sua caminhada com a sua comunidade, com o seu trabalho pelos excluídos. Quem são os excluídos? As crianças de rua, os jovens, que muitas vezes são abandonados pelos pais, pelas próprias famílias, que estão caídos nas drogas, que você se lembrasse que Deus vai te dar muita força neste ano, para você ser um grande operário da messe dEle.

Eu pediria aos jovens que dedicassem este ano a orar para que haja no mundo famílias santas e vocações santas, sacerdotes santos. Jesus deseja tanto ver lares santos! Então que você, jovem, não tivesse tanta sede de querer ir diretamente ao matrimônio, primeiramente pedisse a santidade no seu coração. Você já parou para pensar que se o seu coração for santo você pode construir uma família santa?

Falta no mundo o homem acordar para a santidade que Deus lhe deu e valorizá-la um pouquinho mais.

Eu peço para vocês, coragem meus filhos! Eu ainda estarei convosco, sendo mensageira da palavra de Deus, mas lembre-se que já chega ao fim a minha missão aqui na Terra. Logo o Céu fará a grande justiça sobre todos os cantos da Terra e, neste momento, eu me ausentarei, não da presença no meio de vocês, mas, como mensageira da Palavra do Senhor.

Então eu pediria para vocês, dêem mais valor ao tempo que lhes resta, porque ele pode ser de muita importância para vocês daqui pra frente. Lembrem-se que vocês vão iniciar um ano com a benção da Sagrada Família de Nazaré, junto a Jesus e a São José, eu, Maria, a Imaculada Conceição, darei-lhes a minha benção.

Neste momento Nossa Senhora abençoa a todos...

Queridos e amados filhos! Esta benção tão especial da Sagrada Família é para todos vocês, filhos e filhas que estão aqui presentes, para o mundo, para os lares, para que haja mais amor no coração do pai, da mãe, do filho, do jovem, da criança, do missionário e da missionária, para que haja mais amor no coração daqueles que se colocam à disposição de servir a Deus sem medir o amor, e sem limitações.

Essa benção foi especial para todos aqueles que foram instrumentos tão autênticos, neste ano que passou, dedicando à Sagrada Família de Nazaré!

Eu me sinto muito feliz, porque foi uma devoção que fez o mundo acordar, para orar para a família, e lembrar que as famílias hoje já não estão vivendo mais sobre os sacramentos e os Mandamentos da Lei de Deus. Estão pobres! Por isso, por tão poucos motivos, o esposo larga a esposa, a esposa larga o esposo, e assim, hoje, encontramos o mundo sem alicerce e sem amor.

Então foi muito importante a dedicação deste ano que passou à Sagrada Família de Nazaré. Eu gostaria de lembrar para vocês que a Sagrada Família estará ainda mais lhes protegendo e ainda mais lhes conduzindo, especialmente neste ano que se inicia.

Desejo para vocês um ano de muita paz, de muita luz, de muita dedicação a ser missionário, a ser um servo de Deus fiel. Um ano de muita prudência para o jovem.

Não ficais desesperados!

Ouça o Céu! Lembre-se que você está vivendo sobre um tempo difícil, sobre uma dificuldade enorme, mas que o Céu está contigo. Então seja prudente! Não queira cumprir jamais aquilo que Deus não quer para ti. Escute o Céu, examine a sua consciência, não procure um ato de missão ou de vocação sem o seu coração estar consciente, aberto e verdadeiramente dedicado àquilo que realmente o Céu quer.

Eu gostaria de lembrar para vocês que, este ano que se inicia vocês hão de dedicar ao ano da Paz, ao ano de orar pelo Santo Padre o Papa!

Eu gostaria que vocês, ao dedicarem este ano à paz, vocês fizessem também uma dedicação ao Santo Padre o Papa, este filho tão santo, e que sofre tanto por ser o esteio principal da Igreja, da Igreja de Cristo, a qual hoje ele é o representante. Orem por ele, filhos! Orem com muito amor por ele!

E peço também a vocês para não deixarem com que o desespero dessa tribulação atormente vocês. Na hora em que a dor vier, ore. Na hora em que o sofrimento vier, ore. Não procurem os caminhos das desilusões, os caminhos das tristezas. O seu problema só é grande a partir do momento em que você desconhece que Jesus está contigo, vive no seu coração e é a luz mais importante do seu ser.

Então dedique a ir ao encontro de Deus. Se o sofrimento bater forte, Jesus espera por você e ele lhe confortará, lhe dará o sustento e lhe será a Providência Divina.

Então confiem em Deus, filhos! Eu estou com vocês!

Fiquei muito feliz em ver vocês passando este ano na presença do Pai, do Filho e do Espírito Santo, com essa alegria enorme no coração, conscientes de que tão perto de vocês está o triunfo da Paz, o Triunfo do Coração da Mãe de Piedade, aquela mãe que vem plantando este triunfo na Terra a tantos e tantos anos. E com certeza o mundo já está perto de colhê-lo. É claro que a humanidade vai sofrer muito, porque virá esta onda de tribulação, mas com certeza vocês vão suportar e vencer.

Eu peço para vocês, não se espantem com as dificuldades que os olhos de vocês verão daqui pra frente, não se deprimam e não se deixem entristecer. Força, meus filhos! Foi a Sagrada Família de Nazaré, junto à Santíssima Trindade, que fez deste ano que nasce um ano de muita paz, de luz e de esperança para todos vocês.

Fiquem em paz! Tenham um dia de paz, levem contigo a paz e lutem pela paz!

A todos os que me ofertaram lindas flores, eu dou o meu coração de mãe.

UM FELIZ ANO DA PAZ, QUE É DEUS!

Agora eu vou, o Senhor me chama. Eis aqui a serva do Senhor!

Diante de uma missão, de uma vocação, o Céu é o único que pode nos revelar certo.

Última modificação em Segunda, 26 Agosto 2019 07:33

Mensagem de 25 de Dezembro de 2001, à tarde

 

Queridos filhos!

Neste lindo dia em que celebramos com grande amor o nascimento de Jesus, vamos procurar fazer uma linda meditação e também uma reflexão do que é o Natal: Porque hoje as pessoas desconhecem tanto àquele que um dia deu ao mundo o conhecer da vida, Jesus?

É tão bonito quando nosso coração é movido pelo Espírito Santo, é  tão belo quando nós nos sentimos agraciados pelo Céu. O poder de Deus é tão grande, o amor de Deus é tão grande, e a fé do homem é tão pouca.  É isso que eu gostaria que vocês meditassem: o mundo tem tudo para ser feliz, o homem  é o filho de Deus abençoado e privilegiado. Deus lhe deu a inteligência grandiosa para que você pudesse realmente ser feliz, mas infelizmente o mundo não soube ser feliz.

Eu gostaria de lembrar a vocês que hoje é um dia de graça, que a Igreja no mundo inteiro celebra, com grande alegria e festividade de oração, o nascimento de Jesus. Mas com o passar dos tempos, o mundo tem esquecido do que significa o Natal.

Sua vida, filhos, Deus lhes deu um dia. Um dia para você olhar, agradecer, saber que os anos passam, que você um dia foi criança, depois se tornou um jovem, depois se tornou um pai, uma mãe, ou um missionário ou missionária, mas Deus deu a ti o conhecimento da fé, o conhecimento do respeito, da dignidade e da autenticidade. Ele te fez para ser feliz.

Quando eu olho para o mundo e vejo o tamanho da perfeição da obra de Deus, a única coisa que eu compreendo imensamente é que Deus fez tudo para que o homem pudesse ser feliz e o próprio homem não soube ser feliz, porque o que vale na vida filhos, é você amanhecer o dia e saber que este pode ser o último, mas se for o último, você vai agradecer a Deus, e se não for o último, vai ser o crescimento para que você viva cada dia consciente de que você não sabe nem o dia, nem a hora, nem o momento em que Deus pode vir e te colher para o jardim da eternidade, isto se você realmente estiver preparado, que o Céu existe.

Este mundo é um mundo cercado pelo mistério divino. Hoje, filhos, talvez o homem ainda questione, lá no intimo do seu ser, o que é a vida, o que é a morte. O que eu posso dizer para vocês é que a vida sobre este mundo é uma passagem, e que a morte  neste mundo é a vida para a eternidade, porque se você é um filho de Deus, você é eterno, porque Deus lhe fez assim.

Como que me dói ver um mundo preocupado em ter poder, esquecendo das coisas que são as essências da felicidade do homem. O que você, bem no intimo do seu coração, até mesmo às vezes coberto pelo orgulho pode questionar, a felicidade do mundo é esta. Mas não é filhos, prazer não é felicidade, poder não é felicidade, o ter não é felicidade.

Deus deu ao homem conhecimento do que é felicidade. Felicidade é você ter a sabedoria que tudo foi Deus quem lhe confiou, por isso você nunca vai se escravizar, você nunca vai matar nem ferir ninguém por causa daquilo. Hoje o mundo já se escravizou, por isso as pessoas matam por coisas tão banais, por coisas tão inúteis, por coisas tão cercadas de intimidades. Hoje o homem, por causa de coisas que nenhum valor tem, ele machuca uma criança, ele violenta uma criança, o próprio jovem ou a própria família.

O homem não sabe olhar para si e reconhecer a preciosidade que existe dentro de si. Por isso é que Jesus disse que as coisas mais belas e lindas da vida não são visíveis aos olhos humanos, mas sim visíveis aos olhos da alma.

Eu gostaria que vocês se lembrassem que a grande visibilidade do Natal, deste conteúdo tão lindo que é o Natal, é a união das famílias. Hoje as famílias estão unidas, só que deveriam estar unidas pensando um pouquinho mais em Jesus, porque hoje as pessoas pensam muito nas grandes ceias, e esquecem daquela que é a maior, como o amor, a partilha, a felicidade, você poder ter esperança de que aqui na Terra existirá alegria, menos fome, menos violência, menos miséria, a partir do momento em que você se conscientizar de que tudo passa, e que você deveria lutar para fazer deste mundo que Deus criou tão perfeito um lar feliz para que esta passagem o conduzisse diretamente ao Céu.

Eu sinto por aqueles que se perdem, por aqueles que perdem sua alma, porque o homem só perde sua alma a partir do momento que esqueceu o valor que se tem, porque se você fizer um pequeno momento de meditação e reflexão, você verá o quanto que Deus lhe ama. Eu digo isso para vocês porque vocês estão vivendo uma terrível conseqüência de onda de sofrimentos.

Desde o primeiro momento, filhos, em que Jesus veio à Terra, em que Jesus veio ao mundo, Jesus veio para curar o mundo. Hoje o mundo tem a sua cura, mas não a valoriza. Muitas vezes prefere procurar as doenças, como disse Jesus, as pestes, como a grande realidade, hoje a humanidade tem tudo para viver feliz, mas a essência da felicidade a humanidade não procura, que é a temência a Deus, a obediência ao Santo Evangelho.

Quando eu falo isso para vocês talvez vocês podem questionar, mas porque é o novo tempo sim, filhos, o novo tempo. Só que vocês não podem esquecer que é o tempo em que a luta diante da graça é pela grandiosíssima riqueza do triunfo do Coração Imaculado desta Mãe de Piedade, que está aqui diante de vocês. É uma luta para vencer o mal, e você está nesta luta. Se você não tiver consciência, você é o primeiro a prejudicar-se diante desta lama terrível do pecado. Você é o primeiro a se ferir, como disse Jesus, quando Eu olhava para aquele ladrão e dizia, homem, porque tu tens tão pouca sabedoria e não valoriza o conteúdo sublime que existe dentro de você? Se você for se levar por este mundo, você se perde neste mundo. Como disse Jesus, da mesma forma que existe uma luz que te ilumina, existem inúmeras trevas que te perseguem.

Hoje, nós vemos as trevas da dor, principalmente da fome, da miséria, da violência, da injustiça. As trevas são que levam o homem a ser dominado pelo material. O homem nunca poderia ser dominado pelo material, material é material, o homem é um filho de Deus, formado à sua imagem e semelhança. O homem é tão pobre que hoje se deixa envolver pelo material. Pelo material o homem mata, pelo material o homem muitas vezes esquece completamente que é um filho de Deus.

A que ponto chegou a pobreza do homem, e isso está sobre a face da terra de uma forma tão grandiosa, que hoje leva cada um meditar: Jesus nasceu, e como que Jesus Cristo hoje precisa nascer em nós. Parece que o mundo esqueceu que o filho de Deus morreu em uma cruz, nasceu em uma manjedoura, que o filho de Deus nasceu para servir, e você serviu a Ele a cruz dos seus pecados, mas Ele amou tanto você que Ele disse: “Pai, perdoai-os”, e o Pai perdoou. Então vamos viver o grande mistério do nascimento de Jesus em nossos corações. Hoje, eu pediria principalmente às crianças, aos jovens, aos pais, filhos e filhas que vieram de tão longe, que neste dia de Natal, vocês pensassem: Jesus está nascendo hoje em meu coração, e eu vou procurar daqui para frente corrigir os meus erros, lutar pela paz, ser alguém capaz de fazer algo para consolar Cristo que está em mim, Cristo que vive em mim. Eu vou ser alguém capaz de levar esperança ao descrente, de levar o amor àquele que não é amado. Vamos meditar quantas crianças que hoje estão famintas, e quantos lares que estão fartos. Vamos pedir a Jesus que conduza mais bondade para a Terra. O maior conflito do mundo é a falta de igualdade, porque isso leva o homem a submeter-se à ira do mal, por isso há tanta miséria.

Vamos pedir a Jesus, filhos! Jesus está conosco! Aquele Menino Deus que um dia nasceu em uma manjedoura, hoje está conosco em nossos corações, vai nos ajudar a vencer esta tribulação, vai nos ajudar a vencer as tempestades de dores, até mesmo as terríveis conseqüências de guerra, porque a guerra ainda não é mundial, mas a guerra está aí. Quantos são aqueles, que mesmo hoje neste dia tão especial, estão matando, se drogando, deixando com que o mal lhes domine, enquanto é tão bonita a vida. Você que tem a sua família agradeça a Deus pela sua família.

Este ano vocês dedicaram a São José, a Maria e a Jesus, e hoje nós estamos aqui dedicando todo nosso amor às famílias, então agradeçam a Deus pela sua família, pelo seu pai, pela sua mãe, pelo carinho que eles lhes têm.

Lembre-se filho, quantos que gostariam de ser como você, de ter o amor do pai, o amor da mãe e não os têm, infelizmente. Você que tem hoje sua missão, que luta por um grande objetivo, que Deus lhe concedeu tanta inteligência, agradeça a Deus por isso, pelo dom que Deus lhe deu. Você é apenas um ser humano, fraco, pecador, cercado por uma carne que muitas vezes se deixa levar pela malícia, pelos desejos, pelos prazeres, mas lembre-se que Deus reconhece o valor que você tem. Agradeça a Deus pelo dom que você tem, e peça a Deus que lhe faça ainda mais sábio, que nunca deixe que o seu coração seja vazio, a ponto de colocar as coisas do mundo acima de Deus.

Filhos, tenham fé! Tenham fé para neste dia de Natal orar pela Santa Igreja, orar pelas famílias orar pela juventude, orar para que exista a paz. Às vezes você se esquece de que esta grande onda de dor poderia ser evitada, se você orasse e pedisse um pouquinho mais de amor no mundo, porque a carência do amor é que tem levado o mundo à tamanha dificuldade e sofrimento. Então peça, filho! Neste momento o Céu lhe ouve, o Céu lhe escuta, o Céu lhe atende, por isso peça. Eu estarei dando a vocês a minha benção.

Neste momento Nossa Senhora abençoa a todos...

Queridos e amados filhos, eu fiquei imensamente feliz com a presença de todos os filhos e filhas. Hoje, nesta mensagem que nos mostra a esperança, o Cristo é a nossa esperança. Eu hoje medito profundamente o nascimento de Jesus, que foi para mim o maior jubilo do Céu, porque o Menino Jesus veio trazer para o mundo a esperança, e hoje eu vejo um Natal onde as pessoas se deixam levar por uma onda de tristeza, a qual o inimigo sente-se jubiloso, porque ele quer ver o homem depressivo, o  homem triste, um homem que pensa  só negativamente. A gente precisa pensar da forma que o filho de Deus viveu e nos ensinou a viver, colocando Deus à nossa frente e lutando pela esperança, semeando o amor, levando a alegria, podendo olhar para este mundo, mesmo diante desta lama terrível, e dizer: Cristo vive, Cristo é o Senhor, por isso eu sou feliz, porque se tudo tenho, tudo foi Deus que me deu! Por isso agradeçam, filhos.

Abençoei a todas as famílias que vieram de tão longe viver este dia de Natal, na presença do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Vocês não podem esquecer que amanheceram este dia de hoje ouvindo uma mensagem do Céu, que nesta tarde deste dia tão especial tiveram uma linda reflexão do nascimento de Jesus, que vocês hão de hoje poder conhecer o grande objetivo que Deus lhe concedeu. A vida, os dons, a plenitude de amar, de lutar, de acreditar, de acreditar sempre, porque vai vir uma tristeza muito grande para a Terra, para os homens. E diante dessa tristeza eu peço para vocês: coragem meus filhos!  Não se deixem deprimir. O homem forte confia, e através da sua confiança supera as dificuldades. Sejam fortes! Eu estou com vocês nesta luta e tenho certeza que logo o triunfo do meu coração virá, e essa terra será uma terra justa, onde o homem viva para Deus e consciente de que Deus fez o mundo para que o filho dele fosse feliz para sempre. Fiquem em paz! A todos os que me ofertaram lindas flores eu dou o meu coração de mãe, agora eu vou, o Senhor me chama, e eis aqui a serva do Senhor!

 

 

Queridos e amados filhos!

Com grande alegria e amor em meu Coração, eu os acolho carinhosamente neste lindo dia, que é o NATAL!

Primeiramente, eu desejo que a Paz de Jesus, que o amor de Jesus, que Ele - que é a Vida, a Verdade, a Santidade, a Salvação - esteja conosco, dentro dos nossos corações, conduzindo-nos através desta linda reflexão e meditação, o grande conteúdo sublime que enriquece a nossa alma, que é a grandiosa bênção do Céu através do Mistério do Amor de Deus, refletido na imagem de seu Filho unigênito, para nos conduzir à vida eterna, à salvação.

Última modificação em Sexta, 23 Agosto 2019 08:36

Mensagem 16 de dezembro de 2001, à tarde

 

Queridos e amados filhos!

Com grande alegria e amor em meu coração, eu os acolho com grande carinho nesta tarde, dia do Senhor, neste momento de pedir ao Senhor, piedade, compaixão e misericórdia para o mundo. Principalmente porque você ouve o Céu e o Céu lhe fala do grande sofrimento, das tribulações, das tristezas, das ondas de terrorismo que irão se fazer presentes sobre a face terra.

Hoje nós estamos aqui, num dia, numa tarde tão cheia da graça e benção de Deus, tão cercada pela proteção do Pai, do Filho e do Espírito Santo, orando e colocando a nossa vida nas mãos de Deus.

Às vezes, o que mais lhe faz perder a paz é porque você esquece de colocar a sua vida nas mãos de Deus. Deus é a nossa paz! A paz não é o dinheiro, a paz não é o prazer, a paz não é o ter, a paz não é o poder. A paz é Deus, unicamente Deus.

Quando você não tem paz, é porque algo está a lhe incomodar e o que lhe incomoda, você tem consciência de que é aquilo que não é bom para você.

Filhos! Eu sempre peço a Jesus para proteger vocês, dar-lhes muita força, muita coragem, muita luz e perseverança. Eu sempre falo para Jesus do amor que vocês O têm, do carinho que vocês têm a Ele.

Eu sei que hoje a vida de vocês é cada dia mais cercada pela dificuldade, que o mundo inteiro está passando pela dificuldade. Não é apenas aqui, não é unicamente aqui, é o mundo, é o todo.

A carência, a depressão, a dificuldade, por isso é que eu convido vocês a meditarem, a abraçarem com mais amor a vossa missão, a sofrerem com mais paciência, mas não deixarem-se carregar demais pelos problemas.

Hoje cada um tem que ter consciência de que é responsável pelo ato, pela sua ação. Que você é unicamente responsável em ganhar o Céu, entrar no Céu, em ganhar a vida eterna. A maior parte das pessoas, hoje, caem no comodismo, exigem muito dos outros e se dão muito pouco.

Então, cada um precisa contribuir mais. Hoje você está aqui, sua vida é uma vida de caminhada, de missão, de oração, e você deve ser um contribuinte. O Céu lhe dá tudo; mensagem de vida, de força, de coragem, de ânimo, de paz, então é o momento de você também dar um pouquinho ao Céu, um pouquinho do seu amor, da sua entrega, da sua fidelidade, um pouquinho mais da sua força de vontade, porque hoje nem todas as pessoas querem lutar e vencer.

Por isso é que Jesus carregou aquela cruz, mas hoje você também deve assumir e carregar com grande paciência tua cruz, que ela não venha a lhe servir para condenar a si próprio, mas para ganhar-te a vida eterna, porque quantos são aqueles que abandonam a cruz... quantos são aqueles que acham que o peso é grande demais, e abandonam a cruz, e depois quando estes acordam, já é tarde, porque o peso de deixar de carregar é muito superior do que é com aquele que carrega com amor.

Então não é fugir! Não é deixar, mas é saber ter sabedoria, discernimento. Eu tenho certeza que com todas as pessoas no mundo, chega um momento em que elas precisam lembrar de si próprias. Você hoje que está aqui, você tem que pensar muito em você.

Às vezes você fica muito obcecado pelo irmão, e esquece de você. Você tem que olhar para dentro de você e meditar: Como eu estou vivendo a minha vida? Como eu estou vivendo a minha missão, a minha vocação? Como eu estou vivendo a minha caminhada de oração, de fé, de fidelidade ao Céu? Estou vivendo com amor? Amando sem limitações? Estou eu partilhando todas as graças que Deus me dá?

Que estar aqui em oração é uma graça! Viver este dia do Senhor em plena comunhão com o Senhor é uma graça. Poder receber a Santa Eucaristia é uma graça, uma benção. E nem sempre você valoriza essas coisa que são as melhores e as maiores da vida. Então você tem sempre que meditar, filho!

Deus te ama! Deus não quer te ver deprimido, Deus não lhe quer ver cansado. Cansa uma mãe, um pai, um missionário, um sacerdote. Como peço hoje o mundo para orar pelos sacerdotes! Porque? Aquele que está a serviço de Deus, quantas vezes que as pessoas só sabem exigir, nunca sabem meditar: É um filho de Deus, uma criatura humana, que também precisa de uma palavra de carinho, de uma palavra de amor.

Existem sacerdotes tão santos, que sofrem porque o seu único objetivo de vida é ajudar!

E hoje, como é o dia do Senhor, é um dia da gente lembrar daqueles autênticos sacerdotes, e orar por eles, para que eles sejam fortes. Porque diante dessa dificuldade tão grande em que está o mundo; depressões, sofrimentos, tristezas, as pessoas vem recorrer àqueles que oram e são estes os que sofrem, porque chega um momento da vida, que, não é que eles se cansam, mas a tristeza começa a invadir-lhes, por ver o mundo tão ferido, tão machucado.

O próprio Jesus, quando orou, Ele disse que deu exemplo ao mundo que muitas vezes é preciso se retirar em oração para se preparar e se fortalecer, porque senão ficamos fracos, e fracos, é muito mais fácil do inimigo zombar de nós. Forte a gente vence sempre.

Então eu peço a vocês, procurem ser fortes, meus filhos. Se algum dia você passar por um momento difícil, procure se libertar, orando, meditando, refletindo e tendo consciência que Deus lhe ama muito e que lhe ver imensamente feliz.

Com grande alegria eu vou dar a bênção a todos vocês, e aos filhos que também vieram de longe, para receber as graças do Céu.

Neste momento ela nos abençoa...

Queridos filhos! Eu abençoei-lhes com grande amor! Fiquei imensamente feliz com este momento de fé. Hoje, uma mensagem de verdadeiro alerta espiritual a cada um de vocês, filhos e filhas que se encontram aqui, e principalmente, com grande objetivo, de serem fortes, perseverantes, neste ano que já está chegando ao fim, que foi um ano muito difícil, e daqui pra frente o próprio Jesus fala da grande dificuldade que ainda será maior, e nós precisamos realmente estar bem fortes e bem preparados, e nunca esquecermos que a nossa paz é unicamente Deus, que sem Ele, nada, ninguém pode nada.

Nunca filho, nunca deixe com que seu coração distancie de Deus, que Ele é o tudo para você, sempre.

A todos vocês que me ofertaram lindas flores, eu dou o meu coração de mãe! Agora eu vou, o Senhor me chama. Eis aqui a serva do Senhor!

Por nada na vida abandone os desígnios de Deus. Por nada no mundo, deixe de viver a vontade de Deus.

Última modificação em Quinta, 29 Agosto 2019 16:08

Mensagem 07 de dezembro de 2001

 

Queridos e amados filhos!

Com grande alegria e amor em meu coração, eu os acolho carinhosamente nesta linda noite de hoje, neste momento de fé e de agradecimento a Deus, à Santíssima Trindade, por este grande conteúdo de bênçãos que é o dia do jejum, o qual hoje vocês vão fazer um oferecimento.

Eu lhes pediria como mãe que vocês oferecessem pela paz aqui dentro da comunidade, pela paz no mundo, pela paz nos lares, no coração dos jovens, porque hoje há uma necessidade tão grande de paz. Quando um filho de Deus se vê perdido entre os caminhos das tristezas, das depressões, é porque falta um passo no coração, falta-lhe Deus.

A graça de Deus está presente em ti, mas muitas vezes você está ausente da graça de Deus. É o que disse Jesus: “Deus não pode trabalhar um coração que não quer ser trabalhado.”

A gente sempre deve pedir a Jesus que trabalhe o nosso coração, que cultive em nós o perfume da catequese, da evangelização, para nós nos tornarmos exemplos evangelizadores, catequistas, semearmos o amor, fé, a caridade, a humildade, semearmos a alegria que está em nós.

É tão bonito quando somos felizes, quando nós acreditamos na felicidade, quando nós agradecemos pelo nosso dia, pela nossa noite, pela graça que Deus nos dá de fazermos este jejum. O jejum é uma oração muito grandiosa, porque através do jejum que você consegue ver o quanto você é forte.

Por isso é que Jesus disse: “O jejum não é passar fome, o jejum é se fortalecer na graça de Deus.”

Então é tão bonito, filhos, porque hoje o homem vive em função do material, o homem não acredita mais na sua capacidade divina, o Espírito Santo em ti. Hoje o cristão já não vive mais a presença do Espírito Santo em seu coração. Quando se fala do amor de Deus, da presença de Deus dentro de si, o homem sempre questiona: Mas é possível?

Eu diria para vocês: é impossível viver sem a graça de Deus. É impossível, filhos! Porque tudo o que temos, tudo o que somos e tudo o que possuímos de bom em nós, é Deus em nós. A caridade, o perdão, a simplicidade, o amor, é por isso que eu digo: é impossível dizer eu não creio.

Talvez por ignorância, por falta de conhecimentos, por falta de crescimento, muitos dizem não crer, mas crêem.

Você crê porque é filho de Deus, crê porque você sabe o quanto é grande a presença de Deus em seu coração.

A vida é cercada do mais e do maior perfume. Do mais porque Deus é mais sempre e maior porque Cristo é maior sempre!

Então o que existe de valioso na nossa vida, é a felicidade pelas coisas simples. Por isso é que eu digo para vocês: Esta noite é uma noite bela, porque é uma noite em que nós agradecemos a Deus por Ele nos permitir estarmos aqui neste Vale de oração, por Ele nos permitir a vida, este dom, a preciosidade de ver em nós o conteúdo mais sublime que existe em cada ser, em cada filho de Deus e hoje nós agradecemos, primeiramente pela fé. É tão bonito ter fé, porque através deste dom riquíssimo, que Jesus dizia: “A fé é o espelho para o homem ver Deus.” Este espelho grandioso, magnífico que é a fé que nos leva a Deus.

É tão bonito quando nós nos sentimos levados a Deus! Como nós nos sentimos privilegiados pela graça de Deus! Então é um perfume que nos encharca completamente das bênçãos do Céu.

Então é por isso que eu sempre digo para vocês, filhos: estar no Vale, viver a vontade de Deus aqui é o maior tesouro que vocês têm, porque disse Jesus para vocês: “Os meus desígnios são designados àqueles que têm abertura do coração e humildade para dizer sim.”

Isso também é um exemplo para todos vocês que vêm de longe, o desígnio de Deus na vida de vocês, é aquilo que Deus constrói através do seu sim. Porque o Pai, aquele Pai que ama, que criou tudo, nos pede o amor e não nos obriga a nada.

É tão bonito quando nós nos sentimos tocados pelo amor de Deus, nós nos sentimos perfumados pela Misericórdia de Deus.

Eu gostaria muito, imensamente, que nesta noite, meus filhos, vocês se sentissem tocados e perfumados pela graça e benção do Céu, porque é grande, é imensa. Vocês estão em preparação para o crescimento espiritual desta comunidade, para a catequese maior desta comunidade, a qual o Espírito Santo é que faz com que esta catequese aconteça em nós.

O Espírito Santo é o que opera em nós o maior milagre do mundo porque Ele nos faz verdadeiros e autênticos em Cristo e para Cristo.

Então você tem que sentir em seu coração essa sede, essa vontade, essa busca, porque Deus quer um filho que tenha sede de justiça, sede de paz, de amor e de vida, vida plena.

Eu quero com carinho, com imenso carinho dar-lhes a minha bênção.

Neste momento Nossa Senhora abençoa a todos...

Queridos e amados filhos!

Eu lhes dei a minha bênção, fiquei imensamente feliz com a presença de todos vocês aqui reunidos, com este momento de fé, com os filhos e filhas que vieram de tão longe abraçar as bênçãos do Céu, a graça de Deus, a proteção riquíssima do Espírito Santo, do Divino espírito Santo, a qual hoje esta mensagem nos fala de uma forma tão magnífica, linda, belíssima, riquíssima, sobre a presença do Espírito em nós e o quanto Ele opera o impossível, o milagre maior da transformação dos corações, da fidelidade a Deus, da dedicação a você ser sempre aquilo que Deus quer de você, sem medidas, sem medo mas sempre com coragem, sabendo que Deus lhe é o sustento, a força e a luz.

Fiquem em paz! A todos vocês que me ofertaram lindas flores eu dou o meu coração de mãe. Agora eu vou, o senhor me chama! Eis aqui a serva do Senhor!

 

Aos olhos de Deus nunca pense que você é o todo, pense que você sempre é o pequenino, e só assim você será o grande.

Última modificação em Quinta, 29 Agosto 2019 16:05

Mensagem de 02 de Dezembro de 2001, à tarde

Última modificação em Segunda, 09 Novembro 2015 12:26

Mensagem de 27 Novembro de 2001, à noite

 

Queridos e amados filhos!

Com grande alegria e amor em meu coração, eu os acolho carinhosamente nesta linda noite de hoje, neste momento de paz, de esperança, de fé e de amor. Vamos agradecer a Deus pela sua grandiosa presença em nosso meio, pelo seu grandioso amor em nossa vida, e peçamos que Ele nos conceda a sabedoria, a luz, a força e o discernimento, para que nós saibamos ouvir e atender a este chamado divino.

Hoje, estamos aqui presentes e unidos, vivendo com bastante alegria a graça de Deus. Eu sempre procuro mostrar-lhes filhos, a maior riqueza que vocês possuem na vida, que é a fé, a humildade, a caridade e o amor a Deus. Não existe nada mais precioso na vida do que esse grande tesouro divino, porque a vida é uma passagem. Hoje você pode estar aqui sobre este mundo e, mediante poucos segundos, momentos, Deus pode vir lhe colher ao jardim da vida, porque essa terra é uma passagem em construção para a verdadeira vida em Deus.

É por isso que nós hoje vivemos trabalhando pelo reino de Deus, pelo reino da justiça, da paz, da santidade, da oração e, especialmente do amor. O convite que Jesus hoje lhe traz é a conversão, e mais humildade em seu coração, mais dedicação a este trabalho de missão. Você é um missionário! Você está aqui cumprindo e realizando a maior riqueza do mundo, a vontade de Deus.

Como é belo viver a vontade de Deus, como é bonito! O homem talvez valorize muito pouco as graças que tem. O homem muitas vezes não sabe colocar a sua vida por completo nas mãos Daquele que tudo lhe dá e que nunca mediu o seu amor por cada um de nós, e o amor de Deus por cada um, é sempre a maior riqueza que nós temos, se não é este amor, como a gente venceria a dor, como a gente venceria o desespero, principalmente nos dias de hoje, em que o mundo está a viver sobre a purificação.

Virá uma tribulação fortíssima que atingirá a todos os cantos da terra! A dor, as lágrimas, as tristezas, os sofrimentos, irão marcar verdadeiramente a vidas das pessoas. Hoje você estando aqui, você deve pedir muito a Jesus que te ajude a caminhar, te ensine a caminhar, em toda a sua caminhada. Toda a sua missão, ela deve ser revestida de fé, e principalmente de caridade. Ninguém pode jamais deixar de viver aquilo que é o desígnio de Deus, a vontade de Deus. Hoje nós precisamos trabalhar pela messe mais linda do mundo, que é a messe do Pai, a messe divina, a messe onde nós somos operários da verdadeira vida de ser aquilo que Jesus pediu que fôssemos: solidários, caridosos, humildes, simples e verdadeiros.

Eu desejo muito que a caminhada de vocês venha ser uma caminhada pela Verdade, que é Deus que conduz vocês filhos, e Ele não lhes quer ver caídos sobre a mentira, sobre a falsidade, sobre os enganos. Você precisa olhar para adiante e bem à sua frente sentir o quanto Deus está perto de você, o quanto ele está junto de você! Hoje nós sentimos de uma forma muito bonita a presença de Deus em nossas vidas, a graça de Deus, a misericórdia Dele, a bondade Dele, o carinho que Ele tem por cada um de nós.

Nós somos chamados e convidados a valorizar, a abraçar esse tempo de vida de oração, esse tempo de vida de caminhada, de fé, de caminhada, verdadeiramente pelo Espírito Santo. Nós somos caminhantes, guiados pelo Espírito Santo de Deus. Então vamos agradecer ao Pai, ao Filho, e ao Espírito Santo por este momento de fé. Vamos colocar na intenção dessa oração, nesta noite de hoje, o encerramento do Santo Rosário, pedindo pela conversão, pela santificação de toda a Santa Igreja. Vamos pedir também pela Paz aqui em nossa comunidade, para que haja verdadeiro crescimento espiritual, e como disse Jesus: ''Ele é a semente! Cada um tem que ter responsabilidade de colher os frutos que essa semente dá, e infeliz o homem que não sabe cultivar essa boa semente para colher os mais belos, ricos e lindos frutos da misericórdia divina.'' (neste momento Ela nos abençoa)

Queridos e amados filhos! Eu lhes dei a minha bênção e fiquei imensamente feliz neste momento de fé, com a oração de todos vocês aqui presentes. Deus nos envia o maior alimento do mundo que é a palavra de Deus, palavra de luz, de esperança e de salvação. Eu fiquei imensamente feliz pela presença de todos vocês aqui, pelos filhos que vieram especialmente para receber as minhas bênçãos e as bênçãos de Deus.

Fiquem em paz, tenha uma noite de graça, façam uma reflexão e meditação dessa mensagem de hoje. A todos os que me ofertaram lindas flores eu dou meu coração de mãe, e agora eu vou, o Senhor me chama e eis aqui a serva do Senhor!

Our website is protected by DMC Firewall!