gototopgototop
Assine a nossa Newsletter e receba em seu email, mensagens e noticias do Vale Imaculada Conceição!

Mensagem de 03 de Novembro de 2013

 

Queridos filhos!

É uma alegria imensa poder trazer para vocês o alimento maior que é a Palavra do Senhor, que nos prepara, nos catequiza e nos evangeliza.

Em palavras sábias, Jesus disse: “Feliz daquele que vive a Palavra de Deus, que a coloca em prática em sua vida e a obedece de verdade”.

Hoje, neste jardim que é a Terra, Deus mostra seu carinho especial pelas suas flores, que são os seus filhos. Ele me envia como Mãe para evangelizar o coração de vocês e conduzi-los à santidade.

Neste domingo em que homenageamos a todos os santos, sabemos que são muitos. Existem aqueles que são lembrados pelos seus méritos, pelas suas obras e pela sua entrega à realização do plano de Deus. Existem também aqueles que estão a caminho de serem lembrados por cada um de nós. Terão o mérito do reconhecimento de seu nome santo. E, ainda há muitas almas que são santas que já estão do lado do Pai, do Filho e do Espírito Santo. A santidade, portanto, é uma belíssima obra de Deus.

Vejo aqui a santidade que os envolve. Mesmo sendo pecadores, fracos, frágeis e pequenos, eu vejo uma linda santidade em vocês, filhos! Eu posso tocar essa enorme riqueza que está em seus corações. O amor de Jesus por vocês é imenso e leva cada um a perseverar na santidade.

Neste domingo em que Deus escolheu tantos filhos para estar aqui dando seu primeiro “sim”, eu venho falar-lhes do quanto é belo ser santo. Quantos têm medo de ser santos. Quantos têm receio de ser santos. Mas, não é preciso ter medo. Fechem os olhos e pensem na clareza das vestes de sua alma. O momento mais bonito da vida é o momento do batismo. É o momento em que você coloca as vestes brancas que são o Espírito Santo em você. Quando você recebe o batismo, o Céu ilumina a Terra, ilumina a cada um. É o lindo Espírito Santo que desce sobre você. Um grande servo de Deus quando batizava com a água cristalina daquele rio disse: “Virá Aquele que lhes dará o Espírito Santo de Deus”. Quem nos deu o Espírito Santo de Deus? Foi o próprio Deus: Jesus Cristo, o Salvador! Mesmo sendo pequeno, jovem ou já adulto, quando coloca as vestes brancas, aquele é o momento mais feliz da sua vida. É o momento em que você se abre para a santidade. Daquele momento em diante, a santidade passa a habitar em você. O Espírito Santo age e move você. E a santidade resplandece.

Pense em uma planta, uma planta que está ali enraizada, mas que não tem força para crescer.  Assim é a pessoa sem o batismo. Tem raiz, mas não tem força, não tem fé! Enfim, não tem a vitória que é Jesus! Quando a pessoa recebe o Santo Batismo é como aquela planta seca que recebe água. Aquela planta tem as raízes sedentas de água. Da mesma forma é o filho de Deus, quando está com sede e recebe o batismo, floresce e flui. A bela flor se abre e a vitória de Deus — que nos quer santos — se faz presente em nós. Eu quero ver vocês santos, filhos!

Eu quero ver todas as almas santas, todos os corações santos, porque eu desejo ver todos vocês perto de Deus! A maior alegria do meu Imaculado Coração é quando um filho é colhido da Terra e vai em paz, é santo e está diante da Paz de Jesus, entra no Reino de Deus! É acolhido na Casa do Pai, que é o Céu!

A minha maior tristeza é quando uma alma se perde e vai encontrar-se diante dos  sofrimentos árduos, amargos, dolorosos! É por isso que eu luto pela santidade de vocês. Ser santo não é impossível! Porque com o seu Rosário, você se torna forte. Com a Comunhão, você torna capaz. Ouvindo a Palavra de Deus, você abre seus olhos para uma luz diferente. À luz do discernimento você consegue distinguir o bem do mal, o certo do errado, a luz das trevas, a dor da alegria. Sua escolha será sempre pela paz. Não existe coração que queira escolher a dor e a tristeza. Todos os corações querem escolher o que traz felicidade plena, alegria, mansidão.

Mas, vejo os filhos de Deus, os filhos na Terra, se apagando diante desse brilho da santidade. Têm medo de falar da santidade porque estão tão envolvidas com o pecado. Sabem que estão no pecado. Não adianta olhar para os jovens, para as famílias, para as crianças, e ignorar a forma tão dolorosa em que as pessoas escolheram viver. É preciso ter sabedoria e ver que o mundo optou pela estrada larga, pelo caminho dar dor e do pecado. Vemos as crianças sem alicerce. Muitas estão abandonadas.

Lutamos pela vida humana. Vemos a crueldade que tantas mães — sem a sabedoria de Deus — têm a coragem de fazer com seus filhos inocentes, ainda em seus ventres, ou mesmo depois do nascimento.

As mães praticam a crueldade do abandono, praticam a crueldade com alguém que não sabe se defender sozinho. Se Deus escolheu uma mãe, um pai, é para defender o filho. Eu vejo que Deus me faz uma Grande Defensora da humanidade, porque Deus ama vocês. Ele quer defender vocês. Ele quer que vocês lutem para ser santos. Ele quer que vocês se aproximem da santidade.

A humanidade se encontra nas trevas, na desilusão, na dor, na desobediência a Deus. Isso é muito triste! As pessoas não têm força, não têm fidelidade! São pouquíssimas aquelas que têm caridade, que partilham as coisas. A criatura não sabe viver o presente. Não sabe agradecer pela sua inteligência. Vive insatisfeita. Por isso há tantas pessoas deprimidas. Quantas pessoas têm um nível de espiritualidade tão baixo, tão fraco.

Se a pessoa não ora, se não recebe Jesus, se não ouve a Palavra, se não faz o bem, como pode querer ser forte?

Como uma plantinha que necessita tanto da chuva que cai pode ser forte sem a chuva? Ela precisa da chuva, ela precisa do sol. Você precisa de Deus. Você precisa do amor de Deus. Sem o amor de Deus você é fraco. Não consegue vencer as batalhas. Por que Jesus tem nos preparado para a grande batalha? Porque o mundo ainda não passou pela grande batalha. Ainda não vimos o sofrimento. Estamos vendo o sofrimento visível, mas ainda não estamos vendo a tempestade que o demônio está armando sobre o mundo como consequência dos pecados da humanidade. Esses pecados são o resultado da desobediência a Cristo e a falta de buscar o Espírito Santo.

Há enorme necessidade de Deus. O ser humano está sedento. Tem coragem de matar, de fazer tanta maldade, de passar por cima do Céu. Tantas pessoas na Terra não têm temor algum a Deus. Estamos vendo a humanidade cultivar um sofrimento de enormes proporções. Se fosse um sofrimento leve, eu não estaria de corpo e alma no mundo batalhando por evangelizar e enriquecer o coração dos filhos de Deus, que devem se alicerçar na oração para vencer as tempestades do demônio. Essas tempestades são traiçoeiras. Se não segurar na mão de Deus, se não tiver obediência aos ensinamentos do Céu, se não se fortalecer pela oração — na Eucaristia, na caridade, no amor, no perdão — você não vai sobreviver aos tempos de dificuldades, que são os finais dos tempos.

Não será o fim do mundo, mas o tempo no qual o demônio vai tentar — vai querer — destruir a fé do filho de Deus, como estamos vendo acontecer tão perto de nós. Vemos a nítida presença da dor, do sofrimento, e de um ser humano frio que não sabe confiar plenamente no Céu.

É por isso que Jesus hoje lhes envia o Céu. Eu venho do Céu de corpo e alma para lutar por vocês. Eu tenho confiança nessa missão que Jesus me concedeu de lutar e zelar por vocês — de chegar até aqui e lhes dar a Água que precisam.  Sem essa Água, vocês morrerão. Com vocês acontece o mesmo que acontece com a semente que está sob a terra precisando da chuva para crescer. Se a chuva não vier, ela murcha, ela morre. Sem a Água que eu trago, vocês perdem as raízes que fortalecem seu crescimento. Em cada mensagem, eu sinto que o Céu me faz a Mãe que vem cuidar do jardim, que vem trazer um pouco de Água Viva, de Alimento Vivo, que é a Palavra do Senhor. Venho trazer esse Alimento a todos os corações necessitados de vida, isto é, o mundo todo. Não existe ninguém aqui na Terra que não precise de um pouquinho da vivência da Palavra de Deus. Por mais santo que seja, é a Palavra de Deus que lhe torna santo. Por mais perseverante que seja, é a Palavra de Deus que o faz perseverante. Por mais preparado que você esteja, é a Palavra de Deus que lhe prepara sempre um pouquinho mais.

Por isso vamos cultivar essa doce plenitude no coração de cada um que já recebeu Jesus na Eucaristia. Vamos espalhar sobre o mundo — sobre o Brasil e todas as nações — o amor, a temência a Deus, a defesa da vida humana. Defender a vida é defender a espiritualidade. Se a pessoa deixar-se levar pelo pó, ela se afoga no pó! O pó é o ego, o egoísmo, o orgulho, a vaidade, a luxúria, o ciúme, a inveja, quanta inveja! Mas se a pessoa deixar-se levar pelo Espírito Santo, não se afogará, mas se erguerá, se levantará e fluirá com os benefícios que nos fazem santos.

Vamos buscar os maiores tesouros da vida. O grande tesouro é o amor, então vamos buscá-lo. O grande tesouro é a paz, então vamos buscá-la.  O grande tesouro é o perdão, então vamos buscá-lo. O grande tesouro é a caridade, então vamos buscá-la. O grande tesouro é a família, então vamos buscá-la. O grande tesouro são os jovens, então vamos buscar esses jovens. O grande tesouro são as crianças, então vamos buscar essas crianças. Esse é o fluir do Reino.

Este ano de reflexão sobre a fé, dedicado aos jovens e à boa vontade, está se encerrando. Mas a fé será renovada, será ainda mais forte, nos fará ainda mais capazes. Quanta coisa linda vocês receberam no ano da fé: graças, bênçãos, ensinamentos, orientações. Tudo isso para que a gente comece a valorizar aquilo que é bom. Um filho bom é um filho feliz!

Com grande carinho e amor, eu quero abençoar carinhosamente todos os filhos.

Neste momento, Nossa Senhora abençoa a todos, enquanto cantam: “Dai-nos a bênção...”

Queridos filhos!

Eu abençoei carinhosamente todos os filhos, todos os corações aqui presentes. Jesus nos deu a bênção de caminhar sobre as pegadas da santidade. A santidade é o batismo, a descida do Espírito Santo sobre nós.

No momento em que  abençoava vocês, eu pedi a Jesus a renovação do batismo para vocês. Isso é muito importante porque a fé precisa sempre ser renovada. A fé precisa ser sempre transformada. Cada dia, ela precisa ser lapidada para crescer. Quanto mais a gente caminha, mais precisa caminhar. Quanto mais confiamos, mais precisamos confiar. Quanto mais oramos, mais precisamos vivenciar a oração.

Não devemos nos restringir à oração do Santo Rosário. Mas também devemos fazer o bem na família, na comunidade. Precisamos trabalhar em construção do bem.

Nossa oração do dia a dia deve ser fazer o bem, construir o bem, assim como recitar o Santo Rosário, que nos move para edificar a sublime força da oração em nós.

Que sejam abençoados e protegidos todos os filhos. Aos aniversariantes do dia de hoje, Jean e Ana, meus parabéns. Que Deus abençoe a todos.

Permaneçam em paz, sob a bênção do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Permaneçam também sob as bênçãos dos santos. Que eles lhes abençoem e protejam. Cada um dedica devoção especial a um santo que lhe traz força para vencer a batalha.

Tenham nesta tarde a paz de Deus. Aos que me ofertaram estas flores mais belas e lindas, eu os oferto ao Sagrado Coração de Jesus.

O Céu ama a todos nós. O Céu me chama e eis aqui a Serva de Deus, a Imaculada Conceição!

 

Última modificação em Terça, 19 Novembro 2013 21:06

radio

Canal de Comunicação Oficial das Aparições de Nossa Senhora de Piedade, no Santuário da Mãe de Piedade ( Vale da Imaculada Conceição) em Piedade dos Gerais - MG .  ©  2012 - 2017 Todos os direitos reservados.

Contato:
Romarias Equipe do Site Perguntas Frequentes Endereço do Vale Pedidos de Oração Inscrever-se no Apostolado

Informações: (31) 3721-3966 (Fixo) / 9 8431-0338 (Claro) / 9 9908-3966 (Vivo) 
Mensagens de Nossa Senhora via WhatsApp : 31 9 8305-0376