Terça, 30 Janeiro 2024 10:14

Cerco de Jericó - 01 a 07/02

Novena em honra a Nossa Senhora de Piedade

Motivação: Queridos filhos, eu peço ao Divino Espírito Santo que tome conta da vida de vocês que durante estes dias farão a novena em honra a minha presença de corpo e alma. Vocês refletirão sobre a missão confiada a vocês pelo Céu, designada pelo Céu aos filhos de Deus na Terra, a essa cidade, a essa Família Fraterna e para os romeiros que fazem parte desta grande fraternidade! (Mãe de Piedade, 21/09/2013)

 Oração Inicial (para todos os dias): Vinde em nosso auxilio, ó Divino Espírito e ajudai-nos a bem fazermos esta novena com devoção, amor e gratidão em louvor a Santíssima Trindade, por nos enviar há tantos anos a Puríssima Virgem como Mensageira da Palavra de Deus e como nossa doce e querida Mãe. Colocamos também por intenção do Santo Padre o Papa, pela Santa Madre Igreja, pela paz no mundo e nas famílias, por nossa Comunidade e por todas as intenções de Nossa Senhora, Mãe de Piedade. Amém.

 9º Dia: Os testemunhos

Meu nome é Valteíce Maria Teixeira. Sou da Ordem das Filhas da Caridade de São Vicente de Paula desde 1965, e sou formada em Enfermagem. Em abril de 1995, requeri da Santa Madre Igreja uma licença para afastamento da ordem, pois desejava acompanhar as aparições de Nossa Senhora em Piedade dos Gerais. Depois de dois anos morando em Piedade, comecei a sentir falta de ar e dor precordial. Já não podia caminhar ou fazer esforço físico, ficava ofegante e com um pouco de cianose. Meu estado estava se agravando gradualmente. Havia feito uma promessa a Jesus de nunca mais operar meu coração e, por isso, relutava em procurar um médico, lembrando do sofrimento da minha primeira cirurgia. Em vez disso, pedi a Jesus que eu morresse de um segundo enfarte, mas sem passar por outra operação cardíaca. Na noite de 14 de outubro de 1998, acordei na madrugada com uma forte falta de ar e uma dor no peito insuportável. Quando percebi que ia morrer, chamei por Marina, que estava dormindo comigo no quarto, e disse a ela que havia remédios na gaveta. Ela rapidamente pegou 4 comprimidos de sustaste e os colocou sob a minha língua. Depois disso, perdi a capacidade de falar; minha língua enrolou, e eu não conseguia mais articular palavras. A dor persistia, e eu sabia que estava morrendo. Depois de alguns preparativos, fui levada para o hospital em Barbacena. Lá, o médico realizou um eletrocardiograma e exames de sangue, que confirmaram a baixa oxigenação do meu sangue e um problema recorrente nas minhas artérias coronárias. O médico explicou que qualquer movimento brusco poderia ser fatal. E recomendou que fossemos para Belo Horizonte para mais exames, mas eu insisti em passar por Piedade. Eu queria receber a bênção de Nossa Senhora para morrer bem. Chegamos no Vale no final da tarde, com planos de sair cedo no dia seguinte. Mas, na manhã seguinte, algo extraordinário aconteceu. A mensageira de Nossa Senhora entrou em meu quarto e me disse que a Mãe do Céu estava vindo me visitar e deixar uma mensagem. No quarto estavam presentes Marilda, Marina, que é enfermeira, e eu. A partir do momento a Virgem Maria se manifestou, não senti mais dor alguma. Nada! Segui para Belo Horizonte, onde fiz o exame de cateterismo. Quando mostrei o resultado ao médico, o mesmo que me tratava há 16 anos e que havia realizado minha cirurgia, ele exclamou: 'Isso é um verdadeiro milagre! Na história da medicina, não existe um caso em que uma artéria que havia sido colada e obstruída tenha voltado ao seu funcionamento normal.' Incrédulo ele sugeriu que eu fosse ao Papa. Então, ele me perguntou: 'Irmã, o que a senhora fez para que isso acontecesse?' Eu respondi: 'Eu não fiz nada; quem fez foi Nossa Senhora, que pediu a Jesus pela minha cura.' Para autenticar ainda mais a cura total do meu coração, sobrevivi um grave acidente de carro que ceifou a vida do meu irmão e me levou a várias outras cirurgias. Em ambos os casos, eu jamais teria sobrevivido sem a poderosa intercessão de Nossa Senhora de Piedade.

 Meditação: Queridos filhos! Vocês se reuniram aqui em um só coração em uma só alma para agradecer a Deus por esta riqueza cercada de prodígios porque eu digo para vocês: são hoje tantos (36) anos da minha vinda aqui neste lugar! E por que vocês estão aqui, perseverantes? Porque aqui existe uma Fonte de Graça vinda do Céu! Qual o homem da terra que sustentaria a Graça de Deus, se Deus não estivesse junto com ele? Por isso, obrigada a vocês. Eu espero estar com vocês até o momento que for preciso, até o momento em que o Pai disser: "Maria, hoje, você cumpriu a sua missão com os meus filhos!". Nós ainda temos uma caminhada meus filhos. Não posso lhes confirmar se é longa ou se é curta, mas curta do que longa. Mas nos iremos caminhar perseverando na fé, no amor e na paz, porque a única certeza que nos devemos ter aqui neste lugar é que ainda será um Vale de Fé e de Espiritualidade, onde o homem virá ao encontro de preparar o seu coração e a sua alma para ser forte e vencer toda a maldade do inimigo. (Mãe de Piedade, 19/09/1997)

 Oração final: Mãe de Piedade, Mãe de Deus, Virgem Maria, recebei os filhos que desejam ser consagrados ao vosso Coração, para que possam seguir o vosso exemplo de amor. Desejamos ser humildes para dizer 'sim', silenciosos para ouvir a vossa doce voz, obedientes para seguir o caminho certo e responsáveis para não viver de aparências. Queremos viver esta consagração como filhos orantes que buscam a Eucaristia para serem fortalecidos, a sabedoria para evitar o pecado e abraçar Jesus. Queremos ter a alegria de testemunhar que somos batizados, que rezamos o Santo Rosário, que amamos a Eucaristia, que vivemos a Palavra de Deus, que somos consagrados ao Vosso Coração Imaculado, que somos servos do Senhor. Servir ao vosso lado, ó Mãe querida, é um privilégio! Há tantos anos nos evangelizais neste Vale, e o que mais nos ensinais é a orar, a amar, a perdoar e a seguir o vosso Filho Jesus. Consagramo-nos a Vós, dizendo 'sim' a Deus e abraçando a verdadeira felicidade, que é servi-Lo. Aceitai, Mãe de Deus, os nossos corações e conduzi-nos sempre. Amém. (oração da mensagem de 06/12/2015)

 Agradecimento à Santíssima Trindade

Trindade Santa, agradecemos profundamente pelos 36 anos em que Maria Santíssima tem estado presente neste Vale, pelo amor imenso que ela nutre por nós e por sua missão, pelas bênçãos abundantes que nos concede por meio dela, pelas inúmeras conversões e as graças sem fim que temos recebido. Pai Celestial, queremos expressar nossa gratidão por esta obra que realizaste no Vale da Imaculada e em nossas vidas, pela evangelização, pela transformação de nossos corações e pelo Vosso infinito amor.

Jesus, agradecemos pelos grupos da Fraternidade, Fraternização e Oração, pela Fonte da Misericórdia que jorra neste lugar sagrado e por Vossa presença constante no Santíssimo Sacramento.

Espírito Santo, somos gratos por iluminares este Vale com Vossa luz divina, por atenderes nossas necessidades e por permitires que Vossa esposa Santíssima esteja sempre conosco.

Aceitai, Senhor, nossa profunda gratidão e que possamos continuar a crescer em fé, no amor e na caridade, seguindo o exemplo da Virgem Maria, em nome da Trindade Santa. Amém.

 Consagração a Nossa Senhora

Oh Imaculada Conceição, nossa Mãe e Senhora nossa, que pela vontade de Deus, vieste até nós e de corpo e alma apareceste as crianças de nossa terra. Um Vale, humilde, simples, no meio da natureza, nos trazendo Jesus, o Céu e suas maravilhas, a Palavra de Deus, os ensinamentos, a Eucaristia, o Rosário, a Fraternidade, a partilha e tantas outras virtudes. Ó Senhora de Piedade, queremos a ti Consagrar o Vale e todo o seu povo, nós e nossas famílias, a Santa Igreja, o Brasil e o mundo. Oh Maria Santíssima, pedimos a tua poderosa intercessão à Nosso Senhor; que Ele nos conceda a graça da saúde, da paz, da perseverança na fé, conversão, a transformação da nossa vida, a justiça, a santidade; e depois da nossa morte, a Salvação Eterna. Amém. (Composta pelo Grupo de Oração)

 *Mensagens e histórias completas: www.valedaimaculadaconceicao.com.br

Novena em honra a Nossa Senhora de Piedade

Motivação: Queridos filhos, eu peço ao Divino Espírito Santo que tome conta da vida de vocês que durante estes dias farão a novena em honra a minha presença de corpo e alma. Vocês refletirão sobre a missão confiada a vocês pelo Céu, designada pelo Céu aos filhos de Deus na Terra, a essa cidade, a essa Família Fraterna e para os romeiros que fazem parte desta grande fraternidade! (Mãe de Piedade, 21/09/2013)

 Oração Inicial (para todos os dias): Vinde em nosso auxilio, ó Divino Espírito e ajudai-nos a bem fazermos esta novena com devoção, amor e gratidão em louvor a Santíssima Trindade, por nos enviar há tantos anos a Puríssima Virgem como Mensageira da Palavra de Deus e como nossa doce e querida Mãe. Colocamos também por intenção do Santo Padre o Papa, pela Santa Madre Igreja, pela paz no mundo e nas famílias, por nossa Comunidade e por todas as intenções de Nossa Senhora, Mãe de Piedade. Amém.

 8º Dia: Os peregrinos

Saímos de Irecê-BA para passar a Semana Santa de 1994 em Piedade dos Gerais-MG, e estávamos perdidos, próximos da cidade de Moeda, chovia muito! Eu estava desorientado, sem saber que rumo tomar. O relógio marcava 3h20min da manhã. Quase sem acreditar no que via, parei o ônibus na estrada, ao lado de uma jovem que se trajava de branco, com seus longos cabelos castanhos soltos. Não usava nada na cabeça e estava descalça. Perguntei a ela o caminho para Piedade e ela simplesmente me disse que estávamos no caminho certo. E ela seguiu o caminho dela, e nós seguimos o nosso. Percebi que alguns passageiros observavam pela janela a jovem que seguia sozinha pela estrada deserta. Ao amanhecer, finalmente chegamos em Piedade dos Gerais, no Vale da Imaculada. Senti-me aliviado por cumprir meu dever, mas confesso que desejaria não estar ali. O ônibus não podia descer. Havia muito barro e provavelmente, teria agarrado na estreita estrada que dava acesso à Comunidade do Vale. Eu e meu companheiro estávamos sentados em um coxo, quando um senhor de nome Francisco nos convidou a entrar para conhecermos a pequena capela. Dei algumas desculpas, mas não foram convincentes. Ele insistiu, até que resolvi entrar juntamente com o outro motorista. Eu não era católico praticante e raramente entrava em uma igreja para rezar. E há muitos anos não me confessava e não acreditava em aparições, milagres, ou revelações. Mas entramos na capelinha. Quando vimos um quadro na parede, meu colega exclamou: 'Luiz! Olha o retrato da moça que a gente viu de madrugada naquela estrada!' Assustado, perguntei quem era a moça do retrato e me responderam: 'É a Virgem Maria, a Imaculada Conceição, Mãe de Jesus. É um retrato falado de como Ela aparece aqui.' Sem acreditar no que estávamos ouvindo, caímos de joelhos, pois a jovem da madrugada era idêntica à do quadro! Este fato foi confirmado pelos passageiros que também a viram. Hoje estou aqui pela segunda vez. Vim agradecer ao Céu a graça de ter visto e falado com a Mãe de Deus. Tenho sua imagem gravada mais que na mente, no meu coração. Graças a Ela sou um homem que hoje tenho fé! E não tenho como não ter fé! Mudei de vida e sou muito feliz. Por onde passo, deixo o meu testemunho e louvo a Deus por tanto amor em enviar Maria Santíssima à Terra, especialmente em Piedade dos Gerais.Trechos do testemunho de Luiz de Jesus, Salvador – BA, dezembro de 1998.

 Meditação: "Vocês, peregrinos, enfrentaram dificuldades para chegarem até aqui, mas não desanimaram porque Cristo estava à frente de vocês. Talvez os peregrinos que trouxeram consigo saiam daqui como grandes almas, grandes evangelizadores. [...] Eu digo a vocês, filhos: de que adianta um grande exército se muitas vezes caminham apenas com os pés e não com a alma?" (16/06/2002T) "Hoje, o Vale é muito maior, não apenas em termos do número de pessoas que o visitam - e com certeza virão muito mais do que vocês pensam - mas também em relação ao número de conversões! Pessoas que abriram seus corações, pessoas humildes, que não têm vergonha de carregar seu Rosário e orar.” (Mãe de Piedade, 19/09/2001)

 Oração Final: Querida Mãe, desejamos alcançar a maior graça de todas as graças, que é ter nossos corações em Deus, para que nossas almas estejam cheias de amor e calor para receber Jesus: a luz de nossa vida e existência. Por meio de vossa intercessão, Mãe de Bondade, pedimos que Jesus coloque Suas Mãos Misericordiosas sobre os corações daqueles que não temem a Deus nem respeitam a vida, sobre as famílias para que sejam sempre consagradas ao Coração de Maria, à Imaculada Conceição, bem como sobre os sacerdotes, o Santo Padre, a Santa Igreja e todo o clero. Com nossos corações inflamados de amor por vosso Coração, Mãe de Piedade, agradecemos à Santíssima Trindade por vos enviar de corpo e alma para nos evangelizar e saciar nossa fome e sede de Deus. Que tenhamos nossos corações sempre atentos ao chamado do Pai, que trazeis do céu, e nos apresentemos como verdadeiros filhos d'Ele e vossos, ó Imaculada Conceição. Amém. (oração da mensagem de 08/12/2007)

Novena em honra a Nossa Senhora de Piedade

Motivação: Queridos filhos, eu peço ao Divino Espírito Santo que tome conta da vida de vocês que durante estes dias farão a novena em honra a minha presença de corpo e alma. Vocês refletirão sobre a missão confiada a vocês pelo Céu, designada pelo Céu aos filhos de Deus na Terra, a essa cidade, a essa Família Fraterna e para os romeiros que fazem parte desta grande fraternidade! (Mãe de Piedade, 21/09/2013)

 Oração Inicial (para todos os dias): Vinde em nosso auxilio, ó Divino Espírito e ajudai-nos a bem fazermos esta novena com devoção, amor e gratidão em louvor a Santíssima Trindade, por nos enviar há tantos anos a Puríssima Virgem como Mensageira da Palavra de Deus e como nossa doce e querida Mãe. Colocamos também por intenção do Santo Padre o Papa, pela Santa Madre Igreja, pela paz no mundo e nas famílias, por nossa Comunidade e por todas as intenções de Nossa Senhora, Mãe de Piedade. Amém.

 7º Dia: Os principais pedidos de Nossa Senhora

 “Jesus me conduz como a Mãe que anuncia para o mundo o que o mundo precisa para ser salvo: Oração do Santo Rosário, Eucaristia, jejum, vigília e ter uma vida de fé sem exageros.” (20/11/2016) “Eu não venho ensinar a vocês um novo Evangelho, porque o Evangelho não é uma palavra velha; ele é uma Palavra de Vida, uma Palavra que é e sempre será o caminho a seguir.” (Mãe de Piedade, 19/09/2003N)

A Santa Missa: Maria Santíssima nos pede que, sempre que possível, participemos todos os dias. Segundo Ela, Santa Missa é a oração mais completa, a mais importante e a que mais agrada a Deus.

“A Santa Missa conduz você à vida eterna; é o ato mais nobre! Mesmo quando enfrentar dificuldades na vida, não deixe de se aproximar de Jesus, pedir perdão a Ele e buscar receber a Eucaristia, pois assim estará recebendo a vida. Jesus Cristo entrará em seu coração e, pelo Espírito Santo, o transformará. Cada vez que você participa da Santa Missa recebe uma indulgência imensa para a sua salvação.” (Mãe de Piedade, 08/06/2003)

 O Santo Rosário: Desde o início de suas aparições, a Virgem Maria pede esta oração e que a rezemos com a vida. “Deus me concedeu a honra de ser a Mãe do Santo Rosário de Fátima. Este foi o meu grande apelo em Fátima, pois o Rosário é o que defende o mundo dos grandes perigos, como a guerra e a doença, principalmente as doenças espirituais. É o Rosário que protege a Igreja, o Santo Padre, as nações e a família. A oração do Santo Rosário é a arma poderosa dos tempos atuais para vencer todas as armadilhas do inimigo.” (Mãe de Piedade, 13/05/2012)

 O Jejum: Nossa Senhora nos pede que o façamos todas as sextas-feiras à base de pão e água.

“Nos momentos difíceis, quando o sofrimento bater às portas dos lares, dos jovens e no coração das crianças, façam o jejum! Façam um momento de jejum, pois o jejum não é apenas sentir fome. O jejum é uma pausa para meditar que vocês são de Deus, que não são apenas pó. Os homens se envolvem tanto com a matéria que às vezes se esquecem de viver como filhos de Deus. Eles se esquecem de amar a Eucaristia, de orar, de praticar o bem. O jejum é uma oração belíssima, é uma graça. O jejum não se trata de quantidade, mas de qualidade. O jejum é de grande importância na vida dos cristãos e da Igreja.” (Mãe de Piedade, 02/03/2003)

 A Vigília: A Imaculada Conceição pediu a vigília todos os sábados, das 18h às 6h de domingo.

“A noite de vigília é uma noite de silêncio. É uma noite de oração é uma noite em que o Espírito Santo habita sobre vocês.” (05/12/98) “Temos de fazer vigília e ver o quanto o Coração de Jesus está sangrando devido aos pecados da humanidade.” (04/03/2017) "Vocês têm que estar em constante vigília. A vigília é um crescimento espiritual. Jesus disse: 'Jejuai e orai, vigiai e orai, para não cairdes nas tentações do inimigo.' Portanto, devemos estar atentos. A vigília que Deus nos pede é plena, exige uma atenção sincera às coisas do Céu. Pois a palavra vigília significa estar alerta, estar 'acordado'. Assim, quando alguém medita durante uma noite de vigília sobre a sua caminhada, no momento de oração, ele desperta cada vez mais para a presença próxima de Deus." (Mãe de Piedade, 05/08/2007)

 A Confissão: A Mãe de Deus pede que seja feita sempre que necessário.

“Jesus disse: “O pecado é uma prisão.” Para você se defender do pecado você precisa da confissão, da reconciliação.”  (22/09/2002T) "Jesus não entra no coração que não tem dignidade. Não entra, meus filhos! É triste eu dizer isso para vocês, mas Jesus não se mistura às trevas, Ele apaga as trevas. Agora, para Jesus apagar as trevas, você tem que procurar a confissão. O que é uma confissão? É se arrepender de seus pecados, viver uma vida digna. [...] Você não deve levar na confissão os erros dos outros, você tem que levar os seus. [...] Muitas pessoas ainda não sabem o que é a confissão. Na confissão, naquele momento, o sacerdote é Cristo. Naquele momento, você está ali falando com o Cristo, não é com um representante de Jesus." (Mãe de Piedade, 11/05/2002)

 A RIQUEZA DAS PEQUENAS COISAS

"Eu sempre procuro mostrar-lhes, filhos, a maior riqueza que vocês possuem na vida, que é a fé, a humildade, a caridade e o amor a Deus. Não existe nada mais precioso na vida do que esse grande tesouro divino, porque a vida é passageira. Hoje você pode estar aqui neste mundo e, em poucos segundos, momentos, Deus pode vir lhe colher ao jardim da vida, pois esta terra é uma passagem em construção para a verdadeira vida em Deus." (27/11/2001) "Vocês vivem neste Vale simples, porque Deus aprecia as coisas simples, e onde está a simplicidade está a fonte de graça. A fonte de graça é para todos, porque Deus não faz distinção entre Seus filhos. A maior riqueza que Deus deseja existir no coração de Seus filhos é a graça do amor sem limites, sem medidas, o amor que impulsiona as suas mãos a semear." (02/12/2001) “Eu gostaria que vocês tivessem obediência aos pedidos que foram direcionados a essa comunidade, e também, o respeito, a entrega, a verdadeira veracidade do amor.” (Mãe de Piedade, 09/02/2002)

Meditação: "Queridos filhos! Com humildade, sabedoria no meu coração e sem medo de dizer, sei que aqui há a graça de Deus, e eu amo cada um de vocês! Hoje, quem trabalha na Messe do Senhor é aquele que luta com a oração do Rosário e propaga as coisas de Deus. Porque é o tempo, filhos! Muitas vezes, o homem fala das coisas do mundo do anoitecer ao amanhecer, mas quando se trata das coisas de Deus, há frieza, pobreza e falta de amor. Por isso, amo vocês, que sabem orar na vigília, que consagram seus corações com entendimento. Amo vocês porque sei que muitas vezes são humilhados e criticados, pois todo aquele que segue Jesus sofre, e sempre sofrerá. Jesus disse: 'Meu caminho não é largo, é estreito'. Choro com vocês quando os vejo sofrer por seguirem a verdade. Quantos dizem que é mentira, mas nunca vieram aqui para beber da água desta fonte. Vocês beberam, vocês foram transformados!" (Mãe de Piedade, 19/09/2002)

 

Oração Final: Mãe de Deus, o inimigo treme diante do Vosso Coração Imaculado e da Sua missão neste lugar abençoado. Muitos corações que vêm aqui doentes saem curados e orando; outros chegam como pagãos e saem na luz, aprendendo a orar. Ensinastes-nos que nas contas do Santo Rosário temos a nossa arma de vitória contra as tentações e maldades do demônio. Somos gratos, Mãe, por todo o ensinamento que nos destes nestes anos de caminhada, por nos acolher em Vosso colo, por nos cobrir com Seu manto, por nos abrigar no Coração de Vosso Filho Jesus. Agradecemos por nos ver como crianças que ainda precisam segurar em Vossas mãos para seguir a vontade de Deus. Agradecemos porque, por meio de três crianças que brincavam, que vos viram e ouviram, hoje podemos caminhar ao vosso lado e, um dia, poderemos chegar ao Triunfo do vosso Imaculado Coração. Mãe e Senhora de Piedade, nunca deixe de lutar por Vossos filhos. Amém. (oração da mensagem de 08/12/2015)

Novena em honra a Nossa Senhora de Piedade

Motivação: Queridos filhos, eu peço ao Divino Espírito Santo que tome conta da vida de vocês que durante estes dias farão a novena em honra a minha presença de corpo e alma. Vocês refletirão sobre a missão confiada a vocês pelo Céu, designada pelo Céu aos filhos de Deus na Terra, a essa cidade, a essa Família Fraterna e para os romeiros que fazem parte desta grande fraternidade! (Mãe de Piedade, 21/09/2013)

 Oração Inicial (para todos os dias): Vinde em nosso auxilio, ó Divino Espírito e ajudai-nos a bem fazermos esta novena com devoção, amor e gratidão em louvor a Santíssima Trindade, por nos enviar há tantos anos a Puríssima Virgem como Mensageira da Palavra de Deus e como nossa doce e querida Mãe. Colocamos também por intenção do Santo Padre o Papa, pela Santa Madre Igreja, pela paz no mundo e nas famílias, por nossa Comunidade e por todas as intenções de Nossa Senhora, Mãe de Piedade. Amém.

 6º Dia: A formação da Comunidade Fraterna

Naquela época, aqui só existia a casa do meu avô, o local das aparições e a casa do meu pai – que hoje é a Casa Mãe. Antes do dia 19 de novembro, Nossa Senhora pediu que fizéssemos uma vigília, e ela começou a preparar essa vigília. Antigamente, as vigílias eram realizadas no Monte das Aparições. Esta vigília, no entanto, começou um mês antes do nascimento da comunidade. Como o dia estava muito chuvoso, Nossa Senhora pediu que descêssemos para a casa do meu avô. Foi lá que ela pediu ao meu pai que entregasse sua terra e aquela casa para Deus. Quando Nossa Senhora fez esse pedido ao meu pai, ela estava se referindo ao seu coração. Como ele tem um coração que aceita a vontade de Deus, ele entregou o resto. O Vale nasceu porque Deus falou com meu pai, e meu pai ouviu a voz de Deus. Você pode se perguntar: 'Mas o Sr. Antônio ouviu Deus?' Eu respondo: 'Sim', através de suas filhas, ele ouviu a voz de Deus. E ele aceitou a vontade de Deus. Ele teve mais fé do que nós três, porque nós ouvimos e vimos, mas ele não ouviu nem viu.

No entanto, ele ouviu e viveu. De que maneira? Entregando o pouco que ele tinha a Deus! E o que foi esse pouco que Nossa Senhora pediu? Uma casa velha, fechada, cheia de ratos. Veja como Deus nos surpreende! Deus poderia ter pedido um castelo, mas pediu uma casa velha, cheia de ratos. E foi nessa casa que Deus realizou sua obra! Quando Nossa Senhora disse que construiria o Vale, ela não disse que o entregaria pronto. Não! Ela disse: 'Vocês se reunirão e rezarão, e Deus fará a obra.' Na segunda aparição, Nossa Senhora segurava uma criança nos braços. Quando perguntei se era Jesus, ela olhou para mim e disse: 'Não, essa criança não é o Menino Jesus. Essa criança são vocês que eu quero colocar em meus braços.' Então bem antes do Natal de 1987, Nossa Senhora falava muito do nascimento da criança que Ela pegou nos braços. E ficamos mais ansiosos pela chegada do Natal. Mas nem uma criança nasceu! E o que Nossa Senhora disse? "A criança é a Comunidade Fraterna!" Esse nascimento ocorreu no dia 19 de dezembro de 1987. Portanto, a terra que Deus quer de cada um de nós é o nosso coração. Porque apenas o coração é capaz de aceitar a vontade de Deus e servir com amor! (Trechos da palestra da Marilda em 15/07/2016)

 Meditação: Os anos se passaram, meus filhos! Eu ainda trago no meu Coração aquela grande riqueza que nunca passa. Vejam o quanto Deus transmite a Sua graça através dos pequeninos e dos humildes! Eu trago no meu Coração a lembrança de três crianças que tiveram a alegria de ver-me com seus olhos, e tiveram a felicidade de amar-me com o coração, e amar a vontade de Deus em suas vidas. Eu trago essa alegria, porque Deus sempre manifestou a preciosidade de sua graça aos simples. E uma coisa muito bonita é que a simplicidade é algo que está dentro de você, na sua alma. (19/06/2003T) Para que o Vale fosse anunciado ao mundo, Jesus precisou de crianças, de crianças que brincavam, de crianças que estavam em meio a natureza, de crianças, que não esperavam nunca, jamais que o Céu pudesse visitá-las. Ainda assim, o Céu veio ao encontro dessas crianças. Essas crianças cresceram, e com essas crianças cresceu a comunidade. (30/04/2016) Quando olho para esta obra, percebo que estamos subindo degraus. Vejo que estamos passando por etapas como as fases da vida de uma pessoa: primeiro, uma criança; depois, adolescência; em seguida, jovem e, assim, vai amadurecendo e, então, chega o momento de se constituir uma família ou seguir o sacerdócio; e, por fim, vêm os frutos. Se refletirem sobre a missão do meu Imaculado Coração aqui, verão também que todos estão participando dessa missão e que todos foram escolhidos para dar a si a graça de receber de Deus o dom da fé, da santidade, da vida, da missão comigo, Maria, a Imaculada Conceição. (Mãe de Piedade, 20/12/2014)

 Oração Final: Mãe de Piedade, Rainha do Céu e da Terra, agradecemos de joelhos ao Pai por vossa vinda a este lugar e por esta obra que Ele realizou e que nenhum homem, sem a unção do Céu, conseguiria realizar. É uma graça imensa para estes tempos. São 36 anos de bênçãos, e queremos ser fortalecidos pelo Espírito Santo para seguir adiante convosco, sem nos cansarmos ou desanimarmos. Pedimos a Jesus que nos lapide e prepare para sermos merecedores desta missão convosco, junto ao Céu. Somos privilegiados por sermos conduzidos por vós há tanto tempo! De coração, colocamo-nos aos vossos pés, dispostos a servir e a vivenciar tudo o que o Céu nos pede por vosso intermédio. Desejamos também ser instrumentos de Deus na missão de conduzir o Brasil e o mundo a Jesus. Como nos ensinastes: eis-nos aqui, os servos do Senhor. Amém. (oração da mensagem de 21/09/2008)

Novena em honra a Nossa Senhora de Piedade

Motivação: Queridos filhos, eu peço ao Divino Espírito Santo que tome conta da vida de vocês que durante estes dias farão a novena em honra a minha presença de corpo e alma. Vocês refletirão sobre a missão confiada a vocês pelo Céu, designada pelo Céu aos filhos de Deus na Terra, a essa cidade, a essa Família Fraterna e para os romeiros que fazem parte desta grande fraternidade! (Mãe de Piedade, 21/09/2013)

 Oração Inicial (para todos os dias): Vinde em nosso auxilio, ó Divino Espírito e ajudai-nos a bem fazermos esta novena com devoção, amor e gratidão em louvor a Santíssima Trindade, por nos enviar há tantos anos a Puríssima Virgem como Mensageira da Palavra de Deus e como nossa doce e querida Mãe. Colocamos também por intenção do Santo Padre o Papa, pela Santa Madre Igreja, pela paz no mundo e nas famílias, por nossa Comunidade e por todas as intenções de Nossa Senhora, Mãe de Piedade. Amém.

 5º Dia: A Segunda Aparição de Nossa Senhora

No sábado seguinte – 26 de setembro de 1987 – veio a D. Terezinha, mãe da Íris, – tia de Marilda e Juliana – conversar pessoalmente com a família do Sr. Antônio sobre os acontecimentos do sábado anterior. Enquanto conversavam, Maria Santíssima apareceu sentada no ar com um terço nas mãos e uma linda criancinha em seus braços. Imediatamente Marilda, Juliana e a Íris saíram correndo como se não existisse nenhum obstáculo e chegaram ao local em que se dava a aparição. Cuidadosamente as três perguntaram: “- Quem é a Senhora?” Maria Santíssima deu um sorriso e disse: “- Sou a Mãe de vocês!” Sem entenderem o sentido destas palavras, perguntaram novamente: “- Qual é o seu nome?” Neste momento a criança desapareceu de seus braços. A senhora com uma varinha prateada escreveu no ar com letras brilhantes: “- EU SOU A IMACULADA CONCEIÇÃO, A MÃE DE JESUS! SOU NOSSA SENHORA!” As

crianças perguntaram então o que Ela desejava, e aí apareceu em suas mãos uma bola escura. Por cima da bola havia uma cruz brilhante. Depois Ela mostrou uma vela acesa e um buquê de rosas brancas, com uma única rosa vermelha ao centro. Ela pediu as crianças que fossem à missa e rezassem muito. E que estivessem naquele local todos os sábados às 14h30min. No princípio as mensagens eram escritas no ar pela Virgem Santíssima com uma varinha. A Marilda e a Íris apontando com o dedo iam lendo. Como a Juliana não sabia ler, ela escutava e transmitia a mensagem ao povo juntamente com a irmã Marilda e a prima Íris. Assim as aparições começaram a acontecer todos os sábados, posteriormente passando também a serem aos domingos, e continuaram progressivamente até chegarem a ser diariamente. Com as mensagens veio a explicação dos símbolos da segunda aparição: A bola negra representa o mundo nas trevas por causa do pecado; a cruz brilhante por cima nos lembra que Jesus deu a sua vida por nós; a vela acesa nos diz que somente a Luz de Cristo pode salvar a humanidade. O buquê de rosas brancas com uma rosa vermelha no centro quer dizer que todos os homens têm o mesmo sangue do seu Filho Jesus. A criança nos braços representa todos os filhos de Deus – a humanidade. E o terço, pedido urgente de oração e de conversão.

 Meditação: Queridos filhos! As primeiras palavras que Deus permitiu que eu conduzisse às crianças, quando elas me viram pela primeira vez, foram: “Eu sou a mãe de vocês”. As crianças não entenderam essas palavras, porque até aquele momento elas não tinham consciência que estavam diante da Mãe de Deus. Então, questionaram: “Como pode ser a nossa Mãe?”. Assim, Deus concedeu-me a honra de responder com palavras escritas e pronunciadas, porque nem todas as crianças sabiam ler: “Eu sou a Mãe de Jesus”. Diante da caminhada, Deus conferiu-me a graça de conduzir às crianças outra palavra de entendimento: “Eu sou Nossa Senhora”. Todos sabem que a Mãe de Jesus é chamada de “Nossa Senhora” pelos filhos que a amam. E, por fim, a maior grandiosidade do poder de Deus: “Eu sou a Imaculada Conceição”. As três crianças nem sabiam o que era Imaculada Conceição. (Mãe de Piedade, 08/12/2015)

 Oração Final: Mãe Imaculada, cheia de Graça e de Fé, nunca deixeis de lutar por nós. Estais aqui há tantos anos, de corpo e alma, às vezes com lágrimas em vossos olhos, lutando por vossos filhos. Pedi a Jesus que transforme nossas vidas, assim como pedistes a Ele que transformasse água em vinho; que Ele nos transforme para que sejamos luz. Jesus vos tornou bem-aventurada, dEle espelha vossa humildade, simplicidade e vosso amor. Olhai para nós da mesma forma como olhastes para Jesus desde menino e pedi a Ele para nos tornar mansos, humildes e capazes de amar e agradecer ao Pai por vossa vinda de corpo e alma neste lugar. Desejamos corações renovados para que nossas almas glorifiquem o Senhor e correspondam às Suas maravilhas, para que nos convertamos e sejamos dignos de trabalhar pelo Triunfo de vosso Coração. Ó Imaculada Conceição, rodeada da proteção dos Anjos do Céu, pedi para que esses anjos protejam vossos filhos e nos ajudem a ser fiéis à vontade do Senhor. Amém. (oração da mensagem de 08/012/2013) 

Novena em honra a Nossa Senhora de Piedade

Motivação: Queridos filhos, eu peço ao Divino Espírito Santo que tome conta da vida de vocês que durante estes dias farão a novena em honra a minha presença de corpo e alma. Vocês refletirão sobre a missão confiada a vocês pelo Céu, designada pelo Céu aos filhos de Deus na Terra, a essa cidade, a essa Família Fraterna e para os romeiros que fazem parte desta grande fraternidade! (Mãe de Piedade, 21/09/2013)

 Oração Inicial (para todos os dias): Vinde em nosso auxilio, ó Divino Espírito e ajudai-nos a bem fazermos esta novena com devoção, amor e gratidão em louvor a Santíssima Trindade, por nos enviar há tantos anos a Puríssima Virgem como Mensageira da Palavra de Deus e como nossa doce e querida Mãe. Colocamos também por intenção do Santo Padre o Papa, pela Santa Madre Igreja, pela paz no mundo e nas famílias, por nossa Comunidade e por todas as intenções de Nossa Senhora, Mãe de Piedade. Amém.

 4º Dia: A Primeira Aparição da Virgem Maria

Era uma linda tarde de sábado, 19 de setembro de 1987. Iniciava-se a primavera e um novo tempo de revelações e bênçãos celestiais. Os filhos mais velhos do Sr. Antônio trabalhavam, e os mais novos brincavam juntamente com os primos: Íris, José Mário, Inezinha e Fabiana. Euclides e José Mário haviam saído para pescar. Por volta das 14h30min, a Marilda, a Íris, a Inezinha e a Fabiana estavam brincando num valo próximo à casa no qual existem grandes árvores, com cipós pendentes de todos os tamanhos. Elas ouviram fortes badaladas de sinos e perceberam uma grande mudança no local, que ficou escurecido como para um forte temporal. Saíram em direção à casa, com medo. Ao se afastarem do valo, elas viram o sol a brilhar intensamente, ficaram curiosas e chamaram a Juliana, que estava na varanda da casa, para ver o que estava acontecendo. Quando entraram novamente no valo, a Marilda, a Íris e a Juliana se assustaram ao ver, segundo elas, um fantasma flutuando no ar. Correram a chamar pelo pai que, com uma foice na mão, percorreu minuciosamente o local sem nada encontrar. As crianças, ao serem repreendidas pelo Sr. Antônio relataram sobre uma mulher que viram no valo: a sobrinha Íris disse que sua vestimenta era branquinha. Juliana, por sua vez disse que Ela tinha a cabeça branca. E a Marilda viu que seus pés estavam descalços e não tocavam o chão, mas sim uma pequena nuvem como que de algodão. A Fabiana e a Inezinha nada tinham visto. Orientadas pelo pai, retornaram ao local juntamente com Irenize – uma das filhas do Sr. Antônio – para rezar e pedir a Deus proteção. Quando iniciaram a oração do Pai Nosso, Juliana, Íris e Marilda exclamaram juntas: “Estou vendo uma linda mulher no céu.” Irenize prostrou-se por terra a dizer: “Eu não vejo porque sou pecadora!” O Sr. Antônio aproximando-se, tomou Juliana nos braços, que lhe disse: “Ela é linda demais! Eu não consigo olhar para Ela sem chorar! O senhor não está vendo porque está cego!” A mulher neste momento colocou a mão esquerda no Coração e com a outra chamava as crianças para si. Ainda com a Juliana nos braços, o Sr. Antônio tentou se aproximar da mulher que, afastando-se e elevando-se, sumiu no céu. Nossa Senhora nada disse nesta primeira aparição.

 Meditação: Queridos filhos! Um dos primeiros gestos que Deus me pediu que fizesse neste lugar foi este, uma mão em direção ao coração dizendo: “Filho venha!” Porque o nosso coração é o único capaz de ir. E outro gesto o chamando: “Filho venha, com a Mãe do Céu, a Mãe da Humanidade, a Mãe Peregrina, a Mãe de Piedade!” (21/09/2008) E eu trago sempre o Santo Terço nas mãos, porque é a arma que tenho para entregar aos corações de meus filhos, mostrando-lhes que o Rosário é a arma de proteção contra os ataques do demônio. (Mãe de Piedade, 06/10/2013)

 Oração final: Mãe de Deus, Mãe de Piedade, Mãe Imaculada, desejamos viver a consagração que renovamos diariamente diante de Vós. Queremos ser verdadeiros servos de Deus. Com amor, pretendemos seguir os exemplos contidos no Santo Rosário, vencer as batalhas do dia a dia por meio da oração, encontrar Jesus na Brisa Mansa e em nosso próximo, sentir a presença de Deus em tudo e em todos, e viver a consagração, entregando-nos completamente à vontade do Pai. Assim, subiremos degrau por degrau rumo à santidade, com força, fé e coragem para não desanimar, assim como fizestes em vossa jornada ao lado de São José. 'Maria, queremos seguir vossos passos de amor a Deus'; desejamos 'seguir o exemplo da Mãe de Deus, da Mãe de Piedade, da Mãe que é a Imaculada Conceição'. Pois, se não vivermos a consagração, não nos teremos consagrado como verdadeiros servos de Deus. Intercedei por nós, ó Mãe de Jesus. Amém. (oração da mensagem de 05/12/2015)

Novena em honra a Nossa Senhora de Piedade

Motivação: Queridos filhos, eu peço ao Divino Espírito Santo que tome conta da vida de vocês que durante estes dias farão a novena em honra a minha presença de corpo e alma. Vocês refletirão sobre a missão confiada a vocês pelo Céu, designada pelo Céu aos filhos de Deus na Terra, a essa cidade, a essa Família Fraterna e para os romeiros que fazem parte desta grande fraternidade! (Mãe de Piedade, 21/09/2013)

 Oração Inicial (para todos os dias): Vinde em nosso auxilio, ó Divino Espírito e ajudai-nos a bem fazermos esta novena com devoção, amor e gratidão em louvor a Santíssima Trindade, por nos enviar há tantos anos a Puríssima Virgem como Mensageira da Palavra de Deus e como nossa doce e querida Mãe. Colocamos também por intenção do Santo Padre o Papa, pela Santa Madre Igreja, pela paz no mundo e nas famílias, por nossa Comunidade e por todas as intenções de Nossa Senhora, Mãe de Piedade. Amém.

3º Dia: A preparação dos Corações

Deus quis provar se a família escolhida para receber a Rainha do Céu estava apta para a grandiosa graça e enviou uma visita inesperada. Enquanto o Sr. Antônio e seu filho Geraldo capinavam a fazenda, avistaram uma mulher sentada perto da fonte de água. Ela tinha fisionomias indígenas e feridas no corpo como se fosse lepra. Aproximaram-se dela a certa distância e começaram a conversar. Ela disse que vinha da Bahia e estava fazendo uma caminhada a pé em direção à Cidade de Aparecida, ao Norte de São Paulo. Mesmo ciente da longa distância, ela estava determinada a conhecer Piedade dos Gerais. Disse que era mãe de dois filhos, um grande e outro pequeno. Quando questionada sobre a dificuldade da jornada, ela respondeu: "Vou, meu filho, porque confio em Deus, e com Deus a gente vai longe! Eu ando devagar, mas não me canso. Nossa Senhora Aparecida é muito milagrosa, e eu quero alcançar a graça de curar a minha vista. Meu filho, a coisa mais triste é a gente não enxergar a luz do dia." Ela relatou que seu marido, chamado Mírio, estava limpando o terreno da casa do padre. Seu modo de falar era peculiar, com palavras que pareciam ter um significado diferente. Ela procurou por água corrente para lavar suas vasilhas, explicando que "a pobreza Deus ama, mas a sujeira Deus detesta." Encontrou a água que buscava e depois caminhou delicadamente em direção à fonte para tomar daquela água. O Sr. Antônio gentilmente ofereceu uma vasilha para que ela pudesse levar mais água consigo. Além disso, ofereceu biscoitos e um caneco com café e leite. Ela expressou sua gratidão, dizendo: "Como você é caridoso e sabe compartilhar o que tem!" Enquanto tomava o café com leite, ela fez algumas revelações sobre a descendência do Sr. Antônio e sua família, traçando uma conexão até as tribos de Israel. Quando se despediu, agradeceu a todos, apertando a mão de cada um e disse: "Eu agradeço muito pelo tempo que vocês passaram comigo. Foi de grande importância, fui muito bem recebida! Eu não vou me esquecer de vocês, e quero que vocês não se esqueçam de mim." Pensando que ela pudesse ser uma leprosa, o Sr. Antônio decidiu inutilizar o caneco. Na cidade, ele confirmou com várias pessoas a passagem da desconhecida, todos acreditavam que ela fosse uma índia leprosa. No entanto, sua vestimenta variava de acordo com o local por onde passava, embora sua serenidade fosse sempre notável. Mais tarde, Deus enviou Nossa Senhora a essa mesma família, conhecida por sua humildade, simplicidade e capacidade de acolher a todos, como fizeram com a Míria – nome dado pelas crianças àquela senhora. Em uma aparição, o Sr. Antônio pediu a Nossa Senhora por notícias da Míria. Nossa Senhora respondeu: "Aquela pobre que esteve aqui veio a mando de Deus. Se ela não tivesse sido acolhida, teria morrido aqui. Mas, graças à hospitalidade do pai destas crianças, ela sobreviveu e seguiu para Crucilândia, onde veio a falecer. Então o anjo Gabriel disse a Deus: 'Na entrada de Crucilândia, há uma pobre falecida.' E Deus respondeu: 'Traga-a para o Céu.' Hoje ela está no Céu e é Santa Rosa Míria. Diga ao seu pai que pode usar o caneco onde aquela pobre tomou café com leite, pois não há mal algum."

 Meditação: Queridos filhos! Quantos de vocês estão aqui hoje para agradecer a Deus e dizer: "Senhor, obrigado! Obrigado porque um dia Tu escolhestes e enviastes uma fonte inesgotável de graça para nós!". Esta fonte é para todos nós. É preciso apenas que você venha e leve o que de bom ela tem para nos dar. (19/09/1999) A minha presença aqui é pela vontade do Pai! Deus disse: "Maria vá até os meus filhos e conduza uma vida de oração e de conversão a toda humanidade". Eu disse: ‘sim’, como aquele sim que eu disse no momento em que o Espírito Santo agia em meu coração, no momento em que eu escutava a Palavra do Anjo do Senhor. Hoje, meus filhos, sou como aquele anjo, anuncio-lhes a Palavra e eu não estou aqui para dizer-lhes novas coisas, mas para lhes ensinar aquilo que vocês estão deixando de viver. (Mãe de Piedade, 19/09/1998)

 

Oração Final: Mãe, desejamos nos consagrar totalmente ao Vosso Coração Imaculado, para sermos dignos instrumentos nas mãos de Deus. Queremos viver essa entrega no dia a dia, renunciando às nossas fragilidades, buscando no silêncio e na paz a realização do plano do Pai, de modo a nos espelharmos em Jesus presente na Santa Eucaristia, amando e perdoando sem desanimar. Que possamos refletir vossa entrega, Mãe de Deus, e estejamos prontos a servir. Mãe Imaculada, desejamos seguir vossos passos de amor e vivê-los. Queremos ser servos consagrados ao Senhor que vivem vosso exemplo para alcançar a santidade. Cobri-nos, em todos os momentos de nossa vida, com vosso Manto Sagrado. Amém. (oração da mensagem de 05/12/2015)

Motivação: Queridos filhos, eu peço ao Divino Espírito Santo que tome conta da vida de vocês que durante estes dias farão a novena em honra a minha presença de corpo e alma. Vocês refletirão sobre a missão confiada a vocês pelo Céu, designada pelo Céu aos filhos de Deus na Terra, a essa cidade, a essa Família Fraterna e para os romeiros que fazem parte desta grande fraternidade! (Mãe de Piedade, 21/09/2013)

 Oração Inicial (para todos os dias): Vinde em nosso auxilio, ó Divino Espírito e ajudai-nos a bem fazermos esta novena com devoção, amor e gratidão em louvor a Santíssima Trindade, por nos enviar há tantos anos a Puríssima Virgem como Mensageira da Palavra de Deus e como nossa doce e querida Mãe. Colocamos também por intenção do Santo Padre o Papa, pela Santa Madre Igreja, pela paz no mundo e nas famílias, por nossa Comunidade e por todas as intenções de Nossa Senhora, Mãe de Piedade. Amém.

 2º Dia: Os primeiros sinais

Certo dia, Sr. Antônio e seu filho Geraldo estavam preparando ração para o gado no rancho. Em um momento, Sr. Antônio avistou um homem no alto do monte. Geraldo também o viu e notou que ele estava a cavalo. Ambos observaram o homem, que segurava algo que se assemelhava a um grande arco e flecha. Com esse instrumento, ele lançava raios que pareciam relâmpagos, atingindo o solo e desaparecendo rapidamente. Sr. Antônio comentou: "Estou começando a pensar que pode haver um tesouro escondido por aqui, talvez diamantes. Outro dia, vi no mesmo local duas flores brilhantes, semelhantes a copos-de-leite, cercadas por uma luz intensa que incomodava a vista. Ele deve estar realizando algum tipo de teste, medição ou busca por algo de valor." O cavaleiro se movia de um lado para outro, e então montou em seu magnífico cavalo branco. Começou a subir o morro emitindo um brilho que chamava muito a atenção. Ele cavalgou com grande rapidez, como se não houvesse obstáculos, até desaparecer. Em outra ocasião, nos fundos da fazenda, próximo ao Rio Macaúbas, Sr. Antônio e Geraldo estavam cortando capim para alimentar o gado. Enquanto trabalhavam, Sr. Antônio disse a seu filho: "Pelos acontecimentos recentes em minha vida e pela minha fé em Deus, sinto que devo dedicar mais tempo às coisas de Deus, ao Reino de Jesus Cristo." Mal tinha terminado de falar, um jovem moreno, vestindo calção vermelho e com o rosto escondido, apareceu repentinamente. Logo após, ouviram um barulho vindo do mato, e o jovem atravessou o barranco, seguido por um brejo e água, um lugar inacessível e perigoso. Sr. Antônio suspeitou que fosse um marginal devido às suas características físicas e à grande pressa. Ouviram, então, um ruído alto, como se uma multidão se precipitasse no rio. Posteriormente, durante uma das aparições de Nossa Senhora, ela explicou: "No lugar designado para os acontecimentos divinos, o demônio sempre chega primeiro. Mas com a ajuda de Deus, ele foi expulso deste lugar." Ela esclareceu que Sr. Antônio e Geraldo tiveram uma visão passageira de Satanás, pois a visão direta dele é insuportável. Quando Sr. Antônio professou sua fé, conseguiu superar o mal que tentava impedir que o plano de Deus se concretizasse. Quanto ao cavaleiro, Nossa Senhora explicou: "Aquele cavaleiro montado no cavalo branco era o mesmo Anjo que me anunciou que eu seria a Mãe do Filho de Deus. Ele veio para anunciar que este seria o lugar dos acontecimentos." Em outras palavras, era o Anjo Gabriel, enviado por Deus para preparar as terras onde o Céu enviaria a Mãe de Deus, Maria Santíssima. Muitos outros acontecimentos precederam as aparições de Nossa Senhora na fazenda Barro Vermelho.

 Meditação: Queridos filhos! O que é este lugar que vemos aqui? Um lugar simples, mas um lugar que Deus habita e que Deus habitará para sempre. Porque aonde Deus se manifesta, Deus ali permanece para sempre. Não só a minha presença aqui de corpo e alma, mas a manifestação de Deus aqui é muito forte. Veremos sempre essa grandeza de Deus, esta misericórdia de Deus. Quando eu aqui cheguei, eu disse: “Os meus tempos chegaram, Deus me envia como a mãe que vem resgatar os filhos e libertá-los de todas as trevas do pecado. Verdadeiramente é o tempo em que o Céu me envia para anunciar-lhes a Palavra da Misericórdia e da Salvação.” (Mãe de Piedade, 19/09/2006)

 Oração Final: Maria, Mãe de Jesus, Imaculada Conceição, Mãe que tendes vosso coração aberto para todas as nossas necessidades: espirituais, materiais e temporais, nós vos agradecemos por vir do céu há tantos anos para nos evangelizar e abençoar. Concedei-nos a graça de ter um coração sedento pelo Alimento Sagrado e a graça de responder ao chamado do Céu como filhos escolhidos para viver segundo a vontade do Pai. Sabemos que as batalhas são grandiosas, os ventos são fortes, os espinhos são traiçoeiros e as pedras insuportáveis, mas com coragem e fé desejamos proclamar que Deus é maior, Deus é nossa vitória e Ele derrubará todas as barreiras que buscam nos abater, como o desânimo e a falta de fé. Concedei-nos a graça de ser humildes para nunca negar a misericórdia, mas abraçá-la e lutar com dignidade pelo Triunfo do vosso Imaculado Coração, que é a grande vitória do Céu. Amém.

DMC Firewall is a Joomla Security extension!