Terça, 25 Agosto 2020 20:19

Mensagem de 23 de Agosto 2020

Avalie este item
(10 votos)

Queridos filhos!

Eu quero, hoje, trazer para o coração de vocês essa paz tão linda, doce e misericordiosa, que é a presença da Santíssima Trindade – a presença do Pai, a presença de Jesus, o Filho e do Espírito Santo. Especialmente, neste ano de lutas. Lutas para as famílias, para as comunidades, para todo o povo de Deus. Aonde quer que você esteja é necessário viver, respirar e sentir essa paz tão linda, que é Deus no meio de nós.

Então, eu quero desejar a vocês essa paz!

Neste momento, cada um entregue as suas necessidades. O que você mais deseja e que está no seu coração – no silêncio do seu coração. Aquela graça que você veio pedir, ou aquela graça que você veio agradecer.

Quando estamos numa batalha nunca podemos questionar o peso da cruz. Devemos sempre lembrar-nos de Jesus, do amor que Ele tem por nós.

E, nos momentos difíceis da vida, se preciso for, Ele vai colocar cada um em Seus braços e carregá-los – carregar a você que veio pedir a Deus a graça da vitória para o sofrimento que vive hoje, em pleno ano dedicado a oração e conversão das nossas famílias.

Hoje, vamos meditar algo profundo diante da presença de Jesus no meio de nós. Estamos nas Entranhas do Coração de Jesus Misericordioso e vamos meditar sobre a humanidade. Como a humanidade precisa abrir o coração, os olhos da fé, da humildade e se entregar a Deus.

Será que o mundo, mesmo passando por provas, tem procurado o caminho da conversão? Ou será que mesmo diante das provas, o homem ainda teima em permanecer incrédulo e cego à grande manifestação do Espírito Santo?

Digo "à grande manifestação do Divino Espírito Santo", porque Deus esta falando conosco! Está mostrando para nós que precisamos ter muita humildade, fé, compreensão e aceitação. A batalha – a cruz – é sempre pesada na vida dos mais santos. Quanto maior o homem for na graça de Deus, mais encontra batalhas. Mas, o homem que está na graça de Deus, não questiona as batalhas. Ele entrega, ora e confia!

Este ano é um ano muito forte, filhos! As famílias precisam com muita urgência de conversão. As famílias estão tão necessitadas de se converterem que, talvez, ainda não tenham percebido que Deus está trazendo um sinal para as famílias. Um sinal de alerta! Um sinal de luz! Um sinal de graça! Um sinal de conversão! Porque a família é o jardim mais lindo de Deus. É o jardim que Deus criou para Ele.

Por isso, somos as flores de Deus e pertencemos a Ele. Por maior que seja a beleza da Terra, um dia tudo aqui passa. E devemos estar prontos a encontrar a Luz Celestial de Deus – encontrar a presença de Deus.

Mas, por fim, o meu Imaculado Coração triunfará! Por fim, a misericórdia e a vitória de Deus estarão sobre a Terra! Por fim, os homens dobrarão os joelhos e reconhecerão a verdade.

Por isso é que vocês estão num tempo justo – no tempo da justiça Divina. Essa justiça de Deus será cumprida em todos os cantos da Terra. Em todos os cantos da Terra! Todos os povos, todas as nações, todos os filhos de Deus contemplarão e viverão esse tempo da justiça de Deus – da justiça Divina. Por fim, virá o Triunfo do meu Imaculado Coração. Está tudo muito próximo de vocês, filhos!

Já podemos sentir a graça de Deus sobre o mundo, mesmo diante das grandes batalhas, mesmo diante de um tempo difícil. Não é o fim do mundo! É um momento  de luta em que vocês vivenciarão os finais de tempos. Que será a grande luta de Deus contra toda a maldade e cilada do demônio, sobre a vida dos filhos que Deus ama.

Veremos nesse tempo muitas perseguições e tribulações.

Por isso, você tem que ter muita humildade e serenidade na alma. Mas, ser, também, um homem que tenha o propósito e a sede de ser santo.

Sedes santos, como Deus quer que vocês sejam santos!

Então, tenham sede de santidade, de mudar os seus atos, mudar a sua vida e direcione-se para as coisas do bem. Nada de ódio! Nada de rancor! Nada de inveja! Nada de ciúme!

Não se deixe levar pela ganância. Cuidado! Muito cuidado! Tenha muito zelo e faça uma entrega total a Deus. Vivam da Providência Divina! Não desvie o coração de vocês da Divina Providência! Queira cada dia mais estar nas Mãos do Senhor. Vivam dessa providência belíssima! Sejam dignos dessa providência! Porque Deus tem nos providenciado tantas coisas, tantas graças...

Vocês estão a caminho de algo muito importante nessa missão de vocês – como servos de Deus, como família de Deus, como comunidade e fraternidade. Então, abrace sempre a Providência Divina. Não deixe os seus olhos lhe seduzirem – lhe levarem para as ciladas do demônio. Sejam piedosos e misericordiosos! Sejam mansos e humildes de coração! Sejam homens de paz!

Quando vemos uma obra de Deus na Terra, sabemos que o demônio tenta de todas as maneiras destruí-la – destruir aquilo que é de Deus. Como as famílias, as crianças, os jovens, a santidade das nossas crianças, dos jovens, dos pais, mães...

Quando você se aproximar de Deus com o propósito verdadeiro de vida de santidade e de oração, terá muitas perseguições. Como disse Jesus: “Quem mais sofre é o mais santo”. Aquele que é mais santo!

Aqui, nesta missão de vocês os mais santos são os que mais sofrem! Porque são os que estão mais perto de Deus. O homem que não está perto de Deus, não está preparado para sofrer.

Por isso, os santos foram exemplos de entrega total, de um amor verdadeiríssimo a Deus. Deus também nos quer santos. Deus quer filhos santos!

Hoje, há homens santos na Terra. Há homens de corações nobres que trabalham sem cessar pelo Reino de Deus. Principalmente neste ano, em que vocês estão a caminho de uma data muito especial – algo muito especial!

Então, sabemos que existem aquelas almas mais santas; aquelas almas que são capazes de carregar o peso do sofrimento de um filho, de uma filha, de uma comunidade, de uma fraternidade... São aqueles que se entregam verdadeiramente ao serviço do Céu. Trabalham incansavelmente pelo Reino de Deus na Terra.

Sabemos que o demônio tenta de todas as maneiras lhe levar à fraqueza. Por isso,  você precisa ter fé! Acreditar no impossível! Porque a nossa fé nos faz conhecer o Deus do impossível. Deus faz do impossível o possível! E vamos ver milagres do amor de Deus nas famílias! Milagres de Deus em nossa comunidade!

Para isso, você precisa se curar! Se curar – estar pronto para se curar. Querer a sua cura! Quando você diz: “Jesus, eu confio em vós! Eu quero a minha cura Jesus!”, você tem pedir isso de todo o coração. Você tem que dobrar os joelhos e pedir a Jesus com toda a sua alma a cura, porque o mundo está muito doente. Não é só uma peste que está sobre a Terra. Existe uma peste que está há muito tempo sobre a Terra e a humanidade, muitas vezes, não sabe vencê-la – que é o pecado.

Então, precisamos deste tempo da justiça Divina, em que tudo acontecerá, em que tudo virá e que todos os sinais de sofrimento atingirão o mundo.

Inclusive, eu sei que muitos de vocês estão dizendo: “Que ano difícil é este! Que ano pesado é este! Que ano de tantas enfermidades! Que ano de tantas provas! Que ano de tantas lágrimas!”.

Mas, Deus está conosco, filhos! É nos momentos da batalha que sentimos a presença da Santíssima Trindade. O povo de Deus precisa seguir firme na fé e na oração! Precisa seguir as pegadas de Jesus. Não desvie os pés das pegadas de Cristo! Principalmente aqui, onde Ele ensinou a viver a entrega total; a providência total. Acredite nessa providência! Não existe nada mais bonito do que a Providência Divina.

Inclusive, hoje, devem pedir a Jesus que providencie para a vida de vocês a cura dos seus corações. Providencie a cura dos seus corações! Peçam a Jesus com fé! Peçam a Jesus com alegria a cura dos seus corações para que vocês alcancem o milagre; para que se afaste do mundo todo sofrimento. Vocês precisam da cura dos seus corações.

Às vezes, o homem imagina, em sua fragilidade, que precisa apenas do remédio para curar a peste. Ele precisa mais do que um remédio; precisa da cura do seu coração. É disso que o mundo precisa! É isso o que devemos pedir a Deus. Principalmente vocês que estão dedicando este mês à oração pelas famílias – pela conversão das famílias.

Neste tempo de unidade com a Santíssima Trindade e com a Sagrada Família de Nazaré, cada um, no silêncio do seu coração, vai suplicar a Deus a cura do seu coração.

O mundo precisa dessa cura! Só por intermédio dessa cura, vocês alcançarão todas as graças. Toda cura do corpo, começa pela cura da alma. Para você alcançar um grande milagre depende da sua fé. Como disse Jesus: “A sua fé lhe salvou! A sua fé lhe curou! A sua fé lhe transformou! A sua fé lhe renova a cada dia!”.

Peçam isto a Jesus de todo o coração, porque virá muita dor para o mundo, principalmente no sentido espiritual. Vocês estão tendo uma experiência de sofrimento na carne, mas virá um sofrimento dolorosíssimo para alma. Por isso, precisam da cura do coração.

Vocês podem mudar a direção desse sofrimento: se toda a humanidade, em um só coração, suplicar a cura do coração. Deus está nos dando a graça de cura, da libertação e do exorcismo.

Em todos os momentos que olho para Jesus, eu peço a Ele a cura da humanidade. Como Mãe, como Mãe de vocês, como Mãe de Deus eu suplico a Ele a cura da humanidade. Porque é muita dor que está no coração do homem. E, se vier a transparecer na vida dele, ele não suportará!

Neste ano Jesus disse para vocês: “Virão grandes sinais de dor! Grandes sinais de dor! E, por fim, um lindo sinal de glória e de vitória”.

A nossa esperança é esse sinal de glória e de vitória, porque o meu Imaculado Coração Triunfará!

Por isso, com grande carinho, eu quero dar-lhes a minha bênção.

Neste momento, Nossa Senhora abençoa todos enquanto cantam: “Dai-nos a bênção...”

Queridos filhos!

Eu lhes abençoei com muito amor! Nessa bênção de hoje eu pedi a Jesus a cura de todos os corações – do coração das famílias e das nossas crianças.

Quando falamos das nossas crianças, vem uma dor muito grande ao coração dos pais e das mães. As crianças, hoje, não conseguem ter proteção e nem se proteger das maldades e das ciladas do demônio. Essa dor terrível é causada por tantos homens sem fé e sem amor às nossas crianças.

Então, vamos pedir a Deus: perdão. Muito perdão! Porque as crianças, os inocentes, que Jesus abraçou e, de uma forma tão carinhosa, colocou em seus braços – tomou em seus braços – Ele pediu o zelo, – zelar pelas crianças e pelos inocentes. E a humanidade não tem zelado pela vida das crianças e nem pela vida dos inocentes.

Há muita dor no mundo! Há muitas lágrimas! Há muito sangue dos pequenos inocentes. Por isso, oremos e peçamos a Deus o perdão, – perdão e misericórdia, Senhor! – e a cura de todos os corações.

Eu pedi a Jesus para abençoar essas flores para cura e libertação de todos os filhos que precisam ser curados, libertados e exorcizados. Especialmente você, que não está aqui presente, mas que neste momento está ouvindo a Palavra de Deus. Que Jesus entre na sua casa e cure toda a sua família. Este é o pedido da Imaculada Conceição, Rainha dos Anjos, Senhora e Mensageira da Paz, Mãe de Piedade. Aquela, que sempre vai olhar para o homem, como Jesus Cristo quer que a Mãe olhe: Pedindo misericórdia!

Parabenizo aos aniversariantes! Você que está completando seus anos de vida, agradeça a Deus pelo dom da sua vida.

Essa bênção de hoje, também, foi de um modo especial para os doentes. Jesus disse que muitos carregam a cruz porque são santos. Que Deus abençoe todos os enfermos de nossa comunidade e do mundo inteiro, trazendo muita luz e misericórdia a esses corações tão santos e sábios.

Eis aqui a Serva de Deus, Maria, a Mãe de Deus, a Mãe da Humanidade. E eis que o Senhor me chama. 

 

Última modificação em Terça, 25 Agosto 2020 20:22
Mais nesta categoria: « Mensagem de 09 de Agosto de 2020
Our website is protected by DMC Firewall!